Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Inep divulga gabarito do Encceja 2019
Início do conteúdo da página
Pesquisa médica

Instituições podem concorrer a 150 bolsas de doutorado pleno

  • Sexta-feira, 12 de dezembro de 2014, 09h46
  • Última atualização em Sexta-feira, 12 de dezembro de 2014, 09h46

Programas de pós-graduação das áreas de medicina e afins desenvolvidos por instituições de educação superior, públicas e particulares, podem concorrer a 150 bolsas de doutorado pleno no país, oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). As bolsas terão duração de 48 meses, com investimento público de R$ 7,2 milhões.

Conforme estabelece o Edital da Capes nº 62/2014, estão previstos três períodos de inscrições, com 50 bolsas cada um. As da primeira chamada podem ser feitas até 6 de março de 2015; da segunda, até 6 de agosto de 2015; da terceira, até 5 de agosto de 2016. Têm prioridade as instituições que desenvolvam projeto acadêmico de treinamento científico de estudantes de graduação em medicina vinculados ao ingresso em cursos de doutorado. Outra exigência é a obtenção de conceitos 5, 6 ou 7 nas avaliações da Capes.

Ainda de acordo com o edital, a oferta das bolsas tem a finalidade de estimular a produção acadêmica, a formação de pesquisadores em nível de doutorado, consolidar e ampliar o pensamento crítico estratégico para o desenvolvimento científico do país.

O projeto da instituição de educação superior deve ser apresentado à Capes pelo coordenador do curso de pós-graduação em medicina ou de outra área da saúde. Será responsabilidade da instituição de ensino selecionar os bolsistas. Entre os requisitos, o candidato deve estar matriculado em curso de graduação (do terceiro ao sexto ano), ter desempenho acadêmico e não estar vinculado a programa de residência médica.

A indicação dos bolsistas pode ser feita simultaneamente à apresentação do projeto ou até seis meses após a publicação do resultado final da seleção. Para analisar e julgar o mérito dos projetos, a Capes nomeará um comitê específico. Entre os critérios de seleção devem ser considerados o mérito técnico-científico do projeto, relevância e originalidade, qualificação e produtividade das equipes de pesquisadores que coordenam a proposta.

Mais informações na página da Capes na internet e no Edital da Capes nº 62/2014.

Ionice Lorenzoni

Assunto(s): pós-graduação , medicina , bolsas
X
Fim do conteúdo da página