Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ingresso de estudantes é suspenso em dez cursos de pedagogia
Início do conteúdo da página
Combate ao coronavírus

Ebserh e Covid-19: confira a situação nos hospitais universitários federais em 18 de maio

  • Segunda-feira, 18 de maio de 2020, 19h58
  • Última atualização em Quinta-feira, 21 de maio de 2020, 17h03

 Informativo diário é divulgado no portal e nas redes sociais do Ministério da Educação

O esforço para combater o coronavírus no país conta com 40 hospitais universitários federais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). As unidades possuem 1.697 leitos disponíveis para atendimento e apoio a pacientes portadores de Covid-19. Os dados são desta segunda-feira, 18 de maio.

As unidades da empresa possuem 1.234 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19. São 7.259 pacientes com suspeita da doença nas unidades da empresa.

Mais profissionais - Já são 937 profissionais da saúde a mais, atuando na linha de frente contra o coronavírus. Esse é o número de profissionais contratados, de forma temporária, pela Ebserh para atuação em hospitais universitários federais da sua rede. Esses profissionais iniciaram a atuação após a publicação do edital para a contratação temporária de cerca de 6 mil profissionais.

Atuação da Rede Ebserh – Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com os ministérios da Educação e da Saúde, tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares.

Em algumas regiões, as unidades da Ebserh têm atuado como hospitais de referência no enfrentamento à Covid-19, enquanto que em outras, atuam como retaguarda em atendimentos assistenciais para a população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Ebserh também tem treinado funcionários da Rede, promovendo webaulas, definindo fluxos e instituindo câmaras técnicas de discussões com especialistas.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): MEC , Rede Ebserh , coronavírus
X
Fim do conteúdo da página