Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Divulgados os resultados preliminares do Revalida
Início do conteúdo da página
Alimentação escolar

Merendeiras de todo país disputaram, em Brasília, título de melhor receita do Brasil

  • Quarta-feira, 25 de outubro de 2017, 18h28
  • Última atualização em Quarta-feira, 25 de outubro de 2017, 18h28

As cinco vencedoras do concurso serão apresentadas na manhã desta quinta-feira, 26, em cerimônia de premiação (Foto: Mariana Leal/MEC)

Com um olho na panela e outro no relógio, as finalistas do concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar, promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), deram um show de criatividade e habilidade na etapa final, nesta quarta-feira, 25, em Brasília. A prova ocorreu na cozinha experimental do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Taguatinga (DF), onde foram apresentados aos jurados pratos que remetem às tradições alimentares de todos os cantos do Brasil. Teve caldo de bode, lasanha de fubá, panqueca de polenta e outras preparações que fazem sucesso entre estudantes das mais variadas regiões.

As finalistas foram divididas em duas turmas – manhã e tarde – e se revezaram na preparação e apresentação dos pratos. Após o preparo, cada uma teve cerca de 15 minutos para mostrar seu talento aos jurados e contar a história por trás do sucesso das receitas. As concorrentes também apresentaram vídeo sobre uma atividade de educação alimentar e nutricional promovida em seus municípios, a novidade do concurso.

"Nesta edição, tornamos obrigatória a inscrição de uma atividade de educação alimentar e nutricional promovida pela merendeira em parceria com um nutricionista de sua região ligado ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). A intenção, com isso, é fomentar hábitos alimentares saudáveis, principalmente em nosso contexto atual, no qual o Brasil enfrenta a problemática de sobrepeso e obesidade entre crianças e adolescentes", destacou Karine dos Santos, coordenadora-geral do Pnae.

Chefe de cozinha do restaurante Bloco C, um dos mais antigos de Brasília, Marcelo Petrarca foi um dos jurados que se mostrou empolgado com o desempenho e paixão das participantes pela atividade que desenvolvem. "Esse concurso é a valorização da atuação de todas as merendeiras que trabalham com amor", destacou o chefe.

Também fizeram parte do júri Mariana Rocha, representante do Centro de Excelência Contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU); Lorena Medeiros, do Conselho Regional de Nutrição em Brasília; Alda Oliveira, presidente do Conselho de Alimentação Escolar do estado de Roraima e Sofia Marinho, estudante do sexto ano do Centro de Ensino Fundamental (CEF) 104 Norte, em Brasília.

As donas das cinco receitas ganhadoras, uma de cada região do país, serão apresentadas na manhã desta quinta-feira, 26, na cerimônia de premiação que vai ocorrer no Sebrae Nacional, em Brasília. Durante o evento, as vencedoras receberão um prêmio de R$ 6 mil e uma viagem internacional.

"Estamos muito satisfeitos com a dinâmica do concurso e tudo o que ele representa. A intenção é potencializar todo esse trabalho desenvolvido já em 2018, no sentido de replicar as receitas e práticas apresentadas em outros municípios e estados brasileiros", afirmou o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, com a perspectiva de preparar a terceira edição do concurso para 2019.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do FNDE

X
Fim do conteúdo da página