Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC lança aplicativo para dar transparência a dados educacionais e financeiros de escolas
Início do conteúdo da página
Enem

Em busca de novas oportunidades, mãe e filha se preparam juntas para prestar o exame

  • Sábado, 05 de novembro de 2016, 16h46
  • Última atualização em Sábado, 05 de novembro de 2016, 18h29

Nadir Alves Pereira, 54 anos, e Rafaela Alves Assunção, 19, mãe e filha, passaram meses se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Ao chegar ao Centro Universitário de Brasília, onde fazem suas provas neste sábado, 5, e domingo, 6, elas garantiram que a experiência de estudar juntas trouxe mais cumplicidade para a relação entre elas.

“Foi um momento de união. Eu ajudei minha mãe e ela me ajudou, pagando meu cursinho”, comenta a jovem, que pretende estudar arquitetura. “Tudo que eu aprendia no cursinho, na escola ou estudando em casa, eu passava para ela”, conta Rafaela, estudante do terceiro ano no Colégio Ceban, em Brasília.

Já Nadir, sem se lembrar de quando foi a última vez que realizou um exame parecido, prefere não criar muitas expectativas, mas confessa que sonha em ser médica veterinária. “Sei que tem muita gente preparadíssima concorrendo, então prefiro não ter nenhuma expectativa, quero fazer uma boa prova, só isso.” Mas garante que sua torcida é toda para a filha. “Eu estou torcendo muito pela Rafaela. Para mim é uma experiência a mais, mas para ela não, por isso minha torcida toda é para ela.”

Iago ouviu muita música para relaxar, e diz que prefere não medir sua capacidade por uma única prova (Foto: Mariana Leal/MEC)Ouvir música e relaxar um pouco antes do exame foi uma das estratégias que tanto Rafaela como Iago Marçal, 18 anos, utilizaram para controlar o nervosismo. Este é também o primeiro Enem de Iago, estudante do Centro de Ensino Educacional 3° do Guará, também em Brasília. Ele acredita que dessa forma consegue fazer a prova mais tranquilo. O jovem alerta ainda que o conhecimento não deve ser medido apenas por esse dia.

“Não meça sua capacidade por uma prova, você é muito maior do que essa prova. Se não for neste ano, não fique triste, nem chateado. Se for para ser, vai ser em algum momento da sua vida, não se desespere por isso”, aconselha.

E assim tem sido com o analista de sistema Roberto Machado, 49 anos. Que há quatro anos faz a avaliação na busca da segunda graduação. “Tenho feito Enem nos últimos três anos. Tive uma boa pontuação mas não o suficiente para a área de saúde, que é onde estou querendo atuar.” Para ele o Enem é excelente oportunidade para quem está preparado.

O Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lembram aos candidatos do Enem 2016 que ficaram sem fazer o exame neste fim de semana, por motivo de ocupações nos locais de prova, que deverão fazê-lo nos dias 3 e 4 de dezembro.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): Enem
X
Fim do conteúdo da página