Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Confira o 14º episódio da série ‘Como aproveitar o tempo com as crianças’
Início do conteúdo da página
Diversidade

Meio ambiente: debate na internet

  • Quarta-feira, 17 de setembro de 2008, 10h12

Alunos de escolas públicas e particulares de todo o país usam a internet para discutir questões ligadas ao meio ambiente, como a destinação do lixo ou o aquecimento do planeta. A utilização da tecnologia como ferramenta pedagógica tornou-se possível com a criação de uma  comunidade virtual para debater os temas da 3ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente. O encontro será realizado em Brasília, de 3 a 9 de abril de 2009, mas já é tema de discussões entre os estudantes e professores que participarão do encontro e de todos os interessados.

A comunidade virtual é resultado de parceria entre o Ministério da Educação e a Fundação Telefônica, do Grupo Telefônica. O acordo de cooperação que permitiu a criação da comunidade foi formalizado nesta quarta-feira, 17, em Brasília. “Na comunidade virtual, há conferência todos os dias”, disse a coordenadora-geral de educação ambiental da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), Rachel Trajber.

Para ela, o espaço virtual representa uma instância importante de democracia participativa, no qual jovens e professores de escolas diferentes e, muitas vezes, distantes entre si podem trocar experiências e compartilhar informações.

Qualquer aluno ou professor pode participar da comunidade, mas na conferência nacional só poderão eleger delegados os alunos dos anos finais do ensino fundamental — entre 11 e 14 anos — de escolas públicas ou particulares cadastradas no censo escolar e inscritas no encontro. A expectativa é a de que a conferência receba 700 delegados.

Na comunidade, os estudantes contam como andam, na escola, as atividades preparatórias para a conferência. Eles participam de chats e de fóruns de debates, desenvolvem blogs, criam galerias, enviam fotos e fazem comentários. Todas as atividades estão relacionadas à discussão de problemas sociais e ambientais e contribuem para formar cidadãos preocupados com um futuro sustentável.

Projeto — A estudante Lorena Ortega, de Parobé (RS), tomou gosto pelos debates e defende, no fórum virtual, um projeto de meio ambiente para cada escola. “Se todas as escolas montarem um projeto de meio ambiente e, uma vez por ano, promoverem um fórum para discutir idéias e ensinar as pessoas a cuidar do meio ambiente, vamos todos em busca de um mundo melhor”, afirmou.

Na visão do secretário André Lázaro, a comunidade é uma iniciativa que vai ao encontro das políticas do MEC de criar um ambiente de educação que transcenda o disciplinar. “O aprendizado não fica restrito à escola, mas a ajuda na tarefa de oferecer educação formal”, destacou.

A 3ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente é iniciativa dos ministérios da Educação e do Meio Ambiente. As escolas de ensino fundamental ainda podem se cadastrar para participar do encontro nacional. Mais informações no endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Maria Clara Machado

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página