Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC e tribunais de contas vão fiscalizar execução de metas dos planos de educação
Início do conteúdo da página
Conservação

Estudantes gaúchos vendem papel e compram livros para biblioteca

  • Terça-feira, 26 de junho de 2012, 10h15
Comprometidos com a preservação do meio ambiente, os estudantes da escola gaúcha desenvolvem atividades como coleta e separação do lixo para reciclagem (foto: arquivo da escola Rafael Pinto Bandeira)Com o projeto As Pequenas Ações Transformam Vidas, alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Rafael Pinto Bandeira, de Vila Lângaro, município a 327 quilômetros de Porto Alegre, estão cada vez mais comprometidos com a preservação do meio ambiente. Eles desenvolvem várias atividades, como coletar e vender plástico e papel. Com os recursos obtidos, compram livros para a biblioteca da escola.

“O objetivo é tornar o meio ambiente cada vez melhor e os alunos, comprometidos com a vida, a natureza e a melhoria dos ambientes com os quais convivem”, explica a diretora da escola, Ana Cristina Bassegio. Criado em 2009, o projeto é resultado de parceria com a secretaria de Educação do Rio Grande do Sul. Interdisciplinar, tem a participação de estudantes desde a educação infantil até o nono ano (oitava série) do ensino fundamental.

Durante as aulas de matemática, os estudantes aprendem a resolver problemas a partir dos dados obtidos com a pesagem do material coletado. Nas de ciências, a separar o lixo orgânico do seco, pilhas e vidros. E nas de português, produzem textos sobre a importância da preservação do meio ambiente.

Segundo Ana Cristina, a principal finalidade do projeto é contribuir para a formação de cidadãos conscientes, aptos a decidir e a atuar na realidade socioambiental, comprometidos com a vida e o bem-estar de cada um e da sociedade. “A consciência da preservação ambiental traz para a vida dos alunos interações construtivas, justas e ambientalmente sustentáveis para um desenvolvimento de valores, atitudes e posturas éticas”, diz a diretora, que está no cargo há dois anos. Formada em letras, ela tem especialização em interdisciplinaridade.

Conscientização — A escola também promove campanhas de conscientização sobre a necessidade de se preservar o meio ambiente. São propostos temas sobre a questão ambiental em palestras e gincanas culturais, nas quais os estudantes criam brinquedos e jogos pedagógicos com material reciclado. Em 31 de maio último, foi realizado o Dia do Desafio. Professores e estudantes participaram de uma caminhada para recolhimento do lixo no trajeto que dá acesso a escola, na área rural do município.

Ana Júlia Silva de Souza

Saiba mais no Jornal do Professor
X
Fim do conteúdo da página