Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Agenda: intercâmbio Brasil-França encerra inscrição
Início do conteúdo da página
Educação especial

Língua brasileira de sinais terá vestibular em agosto

  • Sexta-feira, 28 de julho de 2006, 08h11

Estão abertas até 7 de agosto as inscrições, pela internet, para o vestibular do curso de graduação em letras e língua brasileira de sinais (Libras). São ofertadas 500 vagas para o curso, que será realizado na modalidade semipresencial.

Com a coordenação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o curso será oferecido por instituições federais de ensino superior do Amazonas (Ufam); Ceará (UFCE); Bahia (UFBA); Brasília (UnB); Santa Maria (UFSM); pela estadual de São Paulo (USP); pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines/RJ); e pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiânia (Cefet/GO). Os candidatos deverão ter concluído o ensino médio e se enquadrar em uma das seguintes condições: ser instrutor surdo de Libras certificado ou surdo fluente nessa língua.

Os vestibulares serão realizados dia 27 de agosto e os candidatos deverão informar na inscrição as localidades escolhidas para a prestação das provas. A relação de aprovados será divulgada dia 6 de setembro, com matrículas de 11 a 14, e o início das aulas será em 15 de setembro. A duração do curso será de quatro anos, com certificação da UFSC.

Libras – A Lei 10.436/02 instituiu a língua brasileira de sinais (Libras) que foi regulamentada pelo Decreto 5.626/05. “Hoje o mercado de trabalho está demandando por pessoas capacitadas para o exercício dessas funções previstas na lei”, diz Kátia Marangon, coordenadora-geral de Desenvolvimento da Educação Especial, da Seesp. “Tanto na área educacional e no serviço público quanto no mercado de trabalho comum é grande a demanda por profissionais habilitados”, afirma Kátia Marangon. 

Educação inclusiva – Para a demanda educacional, a Secretaria de Educação Especial do Ministério da Educação (Seesp/MEC) vem desenvolvendo um calendário de cursos voltados para a melhoria das práticas pedagógicas dos professores em sala de aula, dirigidas para a educação inclusiva. Até setembro deste ano serão realizados 40 cursos, de 40 horas, que qualificarão 1.600 professores. Até março de 2007, outros 2.000 professores passarão por estes cursos.

Em parceria com secretarias estaduais e municipais de educação, a Seesp está estruturando salas de recursos multifuncionais para deficientes visuais em todos os estados da Federação, para o atendimento diferenciado de pessoas com necessidades educativas especiais.

Para preparar professores para implementar esses espaços de atendimento educativo especial, a Seesp e o Instituto Benjamim Constant/RJ vão realizar, a partir de 14 de agosto, no Rio de Janeiro, curso de 80 horas para formação de 40 transcritores em Braille.

Repórter: José Leitão

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página