Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Módulo Confirmação de Matrícula está disponível no Educacenso
Início do conteúdo da página
Educação básica

Vídeos produzidos por escolas têm votação pela internet

  • Quarta-feira, 20 de novembro de 2013, 17h36
Os dez vídeos selecionados para concorrer ao prêmio Curta Histórias estão disponíveis na internet para receber os votos do público até o dia 27 próximo. O concurso Curta Histórias premiará três vídeos de equipes formadas por estudantes e professores — um escolhido pelo júri popular (pela internet) e dois pela comissão julgadora. A divulgação dos vencedores e a entrega dos prêmios estão previstas para 2 de dezembro, em Brasília.

Esta primeira edição do concurso, com o tema Africanidades Brasileiras, recebeu 233 inscrições de equipes de escolas públicas das 27 unidades da Federação. Os desafios propostos aos estudantes foram a formação de uma equipe, a escolha de uma ideia dentro do tema, a pesquisa, a construção do roteiro, a gravação, a sonorização e a edição do vídeo com duração máxima de um minuto, exceto os créditos.

De acordo com Neuza Macedo, representante da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, a maioria das escolas entendeu o real significado do papel do negro na construção do país. Sobre as técnicas usadas por estudantes e educadores, ela destaca a criatividade. Segundo Neuza, todos mostraram que não é preciso dominar tanto a técnica para desenvolver um bom produto.

O concurso de vídeos foi dirigido a estudantes vinculados a programas do Ministério da Educação, como o Mais Educação e o Ensino Médio Inovador. Eles trabalharam os temas educomunicação, comunicação e uso de mídias, cultura digital e cinema. Também participaram estudantes da educação básica pública de unidades que participam do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem).

Promovido pela Secadi, o prêmio visa a incentivar o surgimento de talentos e a estimular as atividades pedagógicas audiovisuais de cunho cultural e educativo nas escolas públicas. São parceiros da Secadi a Fundação Casa da Árvore, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e as fundações Vale e Telefônica.

Prêmios — Os alunos da equipe vencedora do concurso — o máximo é de cinco estudantes por equipe — participarão de oficina de formação em cinema e empreendedorismo, com duração de 24 horas. Cada integrante da equipe, assim como o professor, receberá um tablet e um smartphone. À escola dos vencedores caberá um aparelho data show, um DVD, uma filmadora digital e uma câmera fotográfica semiprofissional.

Os vídeos estão disponíveis e abertos à votação na página do Curta Histórias na internet.




Ionice Lorenzoni
X
Fim do conteúdo da página