Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Liberada a nona parcela da cota do salário-educação
Início do conteúdo da página
Educação superior

Prorrogado prazo para inscrição ao Programa Incluir

  • Sexta-feira, 17 de junho de 2005, 13h10

O Programa Incluir, destinado a garantir o direito à educação superior para pessoas com deficiência, teve seu prazo de inscrição prorrogado para a próxima quinta-feira, 23. As instituições federais de ensino superior (Ifes) deverão apresentar suas propostas ou projetos para receber recursos do Ministério da Educação, que vai destinar R$ 1 milhão ao programa.

Cada instituição poderá concorrer com um projeto dentro de três linhas básicas: aquisição de equipamentos; reformas estruturais que cumpram a lei de acessibilidade física e acesso e permanência.

O objetivo principal do programa é a inclusão de pessoas com deficiência, na educação superior. Atualmente, dos 3.887.022 alunos matriculados no nível superior, apenas 5.078 são deficientes, dado bastante contrastante da composição populacional brasileira, na qual 14,5% têm algum tipo de deficiência, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ambiente – Na maioria das vezes, o fator limitante são as condições do ambiente a que as pessoas com deficiência estão sujeitas, além das discriminações explícitas, como restrição ao vestibular. “Ausência de intérpretes da linguagem de libras em sala de aula, instalações físicas inadequadas e ausência de impressoras em braile, além da falta de espaço adaptado” são os fatores limitantes, na análise do secretário de Educação Superior do MEC, Nelson Maculan.

O Incluir é uma parceria entre as secretarias de Educação Superior (SESu) e de Educação Especial (Seesp/MEC). As propostas das instituições federais de ensino superior devem ser apresentadas na página eletrônica da SESu. (Assessoria de Imprensa da SESu)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página