Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Sistema de gestão do Bolsa Permanência será reaberto até 29 de junho; serão cerca de 4 mil vagas
Início do conteúdo da página
Outras

Ministro pede país com “febre de educação”

  • Quarta-feira, 13 de junho de 2007, 17h00

Foto: João BittarSão Luís — O Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) foi apresentado nesta quarta-feira, 13, pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, a cerca de mil secretários municipais de educação que participam do 11º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, em São Luís, Maranhão.

O ministro salientou que o PDE pretende disseminar uma nova cultura de relaciotitle_aliasnto da União com estados e municípios. “Cada um tem que se perguntar o que pode fazer para melhorar a qualidade da educação no país. O direito de aprender envolve esforços de muitos agentes. É uma teia de compromissos”. Segundo Haddad, se o país for contaminado pela “febre da educação”, podemos colher já este ano resultados de projetos de médio prazo.

No evento, o governador do estado, Jackson Lago, e o secretário municipal de educação, Lourenço Vieira da Silva, assinaram o termo de adesão ao Compromisso Todos pela Educação. O pacto propõe diretrizes e estabelece metas para a qualificação da educação básica, que a partir do PDE tem um índice para medir o estágio e evolução de cada sistema de ensino, o Ideb. 

O ministro anunciou, ainda, que nas próximas semanas o MEC vai divulgar o índice por escola. Com isso, o ministério não pretende estabelecer comparações entre as escolas, mas sim um parâmetro para que a escola se situe dentro do sistema educacional brasileiro e elabore metas a partir disso. “Com o Ideb, queremos desmontar a indústria da repetência e da progressão automática sem aprendizado”, explica Haddad.

Outra medida ainda para este ano será a distribuição de um guia com orientações para que os alunos tenham um desempenho mais satisfatório na Prova Brasil, que será realizada em novembro. Até julho, todos os professores das primeiras séries do ensino fundamental receberão o material de apoio. Durante o evento, Haddad ouviu reivindicações de um grupo de professores e sindicalistas que estão em greve há 20 dias.

Letícia Tancredi

Confira outras notícias da Caravana da Educação

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página