Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Autorregulação do ensino superior privado será discutida em 2020
Início do conteúdo da página
Combate ao coronavírus

Ebserh investe R$ 3,9 milhões no Hospital Universitário de Mato Grosso

  • Quinta-feira, 28 de maio de 2020, 19h00

Com os recursos, o hospital disponibilizou 16 leitos para atender pacientes com Covid-19

O Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) recebeu o investimento de R$ 3,9 milhões da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC). Com os recursos, o hospital de Cuiabá colocou à disposição do Sistema Único de Saúde (SUS), 16 leitos destinados a pacientes portadores de Covid-19. São dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) — oito adultos e dois neonatais — e seis de enfermaria — cinco adultos e um pediátrico.

De acordo com o superintendente em exercício do HUJM, Cassiano Falleiros, a preparação da Unidade Covid-19 foi concluída em cerca de 20 dias. “Foram realizadas tanto adequações estruturais quanto no alinhamento de procedimentos de atendimento. E a oferta pode ser ampliada conforme a realidade do sistema como um todo”, afirmou o gestor.

Do total investido pela Ebserh no HUJM, R$ 350 mil foram destinados a obras e adequações da infraestrutura, R$ 241 mil para o reparo de ventiladores pulmonares e camas já existentes no hospital, R$ 2,1 milhões para a aquisição de novos ventiladores e monitores multiparamétricos. O restante foi utilizado para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medicamentos, kits de diagnóstico rápido e produtos para saúde para todo o hospital.

A Ebserh também contratou 13 profissionais temporários por meio de processo seletivo emergencial, entre eles, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem. Os profissionais do HUJM foram capacitados, por meio de cursos, materiais audiovisuais, documentos com instruções e simulações realísticas.

Atuação da Ebserh – Para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, a Rede Ebserh implementou o Comitê de Operações Especiais (COE) para definir estratégias e ações em nível nacional. Desde os primeiros anúncios sobre a doença, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares.

A empresa disponibilizou R$ 274 milhões para ações contra o coronavírus. Os recursos do MEC liberados pela Ebserh são disponibilizados de acordo com a necessidade e a urgência de cada unidade hospitalar. A verba está sendo utilizada em adequação da infraestrutura, aquisição e manutenção de equipamentos, compra de medicamentos e outros insumos, além de EPIs.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da Ebserh

Assunto(s): MEC , Ebserh , coronavírus
X
Fim do conteúdo da página