Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Gabaritos e cadernos de questões já estão disponíveis
Início do conteúdo da página
Evento

MEC apresenta política de alfabetização em seminário

  • Segunda-feira, 02 de abril de 2018, 16h26

Garanhuns (PE), 2/4/2018 – Com o objetivo de discutir alternativas para melhorar os indicadores pernambucanos na educação básica, além de debater o processo de alfabetização e a preparação do estudante para o mercado de trabalho, é realizado em Garanhuns, no agreste do estado, o seminário Movimento Pernambuco pela Educação.  O secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares, apresentou a política de alfabetização e formação do professor lançada pela gestão atual do MEC. “A centralidade das discussões no professor e no estudante é fundamental”, reforçou Rossieli. O seminário também contou com a participação do ministro da Educação, Mendonça Filho.

“Momentos como o que vivemos nesse seminário são importantes para falar sobre educação com aqueles que fazem o dia a dia das escolas”, prosseguiu Rossieli. “Não há nada que precisemos fazer para melhorar a educação do país que não passe pelos professores. Precisamos também melhorar o processo de alfabetização.” Uma das ações do MEC é o programa Mais Alfabetização, que deve atender a 4,2 milhões de alunos em todo o Brasil e integra o Plano Nacional de Alfabetização, lançado no ano passado, com expectativa de investimentos de R$ 523 milhões.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, destacou, em sua fala, a importância do processo de alfabetização e da educação básica. “Esse tipo de seminário é importante porque aqui se tem sempre a oportunidade de debater e discutir caminhos para a educação do Brasil e focar um olhar muito especial com relação à educação em Pernambuco”, afirmou Mendonça Filho. “Uma criança mal alfabetizada, infelizmente, vai comprometer toda a sua vida educacional.”

Na avaliação do ministro, é fundamental que todos se envolvam no processo educacional. “O propósito maior que fica desse seminário é de que temos que mobilizar o país para além daqueles que atuam na área da educação”, defendeu. “A educação tem que ser abraçada pela sociedade civil, para que possamos utilizar a educação como alavanca principal, a fim de que o Brasil vire um país de oportunidades, que gere equidade e que gere, de fato, justiça social.”

Seminário – Esta é a quinta edição do seminário Movimento Pernambuco pela Educação. O evento, promovido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, tem o apoio da TV Escola, Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), do Instituto Ayrton Senna e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Os dois primeiros encontros foram realizados em dezembro do ano passado, nas cidades de Caruaru, no agreste pernambucano, e Petrolina, no sertão do estado. Em janeiro, o terceiro seminário foi apresentado em Goiana, que pertencia à Zona da Mata Norte e há pouco mais de um mês passou a compor a Região Metropolitana do Recife. Em fevereiro foi a vez do município de Barreiros receber o encontro.

02/04/2018 - Seminário

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página