Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Fortaleza abre encontros com secretários

    Os 351 secretários municipais de educação do Ceará e do Rio Grande do Norte constituem o primeiro grupo dos novos dirigentes a receber informações detalhadas dos programas do Ministério da Educação para o ensino básico. O encontro começa nesta segunda-feira, 16, e vai até o dia 20, sexta, em Fortaleza, no Hotel Grand Marquise – Av. Beira Mar, 3989, Bairro Praia do Mucuripe. Até abril, o MEC e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) realizam 11 reuniões para atender os 5.563 secretários.

     

    Apresentar os conteúdos de programas e ações da educação básica, informar sobre os suportes técnico e financeiro disponíveis, tirar dúvidas fazem parte do roteiro de trabalho que o Ministério preparou para a série de 11 encontros que acontecerão desta segunda-feira, 16, a 3 de abril. As reuniões serão realizadas em parceria com a Undime.

     

    Para facilitar o acesso direto, imediato e permanente aos programas, cada secretário municipal receberá, no início do encontro, um computador portátil com os conteúdos das ações da educação básica. “Será uma doação do Ministério para a prefeitura, para uso do secretário que estiver ocupando o cargo”, esclarece Romeu Caputo, diretor de articulação e apoio aos sistemas da educação básica da Secretaria de Educação Básica. Ele afirma que o acesso às ferramentas da tecnologia é condição para o sucesso da gestão.

     

    É também, segundo Romeu Caputo, um modo de trazer os secretários para a realidade que o país vive, onde a tecnologia é parte indispensável no cotidiano. “Quando praticamente todas as escolas estão conectadas com banda larga, ter acesso ao Portal do Ministério da Educação e acompanhar a evolução dos programas são condições para uma gestão eficiente”.

     

    “Acender a chama”: é assim que o diretor de articulação e apoio aos sistemas de ensino da SEB classifica a série de reuniões com os dirigentes municipais. “Os encontros são o ponto de partida para uma parceria de longo prazo”, diz Caputo. No centro da parceria estão as ações, os projetos e os programas que traçam uma linha direta do MEC com as prefeituras: merenda e transporte escolar, livro didático e biblioteca na escola, formação de professores, laboratórios de informática, computadores e banda larga nas escolas, alfabetização de jovens e adultos e educação inclusiva, censo escolar e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), entre outros.

     

    O fio condutor de todas as ações é o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), lançado em abril de 2007. Do PDE nasceram os Planos de Ações Articuladas (PAR), que são um diagnóstico e um planejamento plurianual feitos pelas prefeituras, para o período de 2007 a 2011.

     

    Força tarefa – Nos três dias e meio de duração de cada encontro, os secretários municipais terão uma visão completa dos programas da educação básica. Para mostrá-los, o MEC enviará aos encontros dirigentes, assessores e técnicos das secretarias executiva e da educação básica, educação especial, educação a distância, educação continuada e diversidade, além das três autarquias: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas  Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

     

    Ionice Lorenzoni

     

    Confira aqui a programação do evento.

     

    Leia mais...


    Novos secretários reúnem-se em Fortaleza

    Secretários voltam à sala de aula

    Escolas investem na formação do professor

Fim do conteúdo da página