Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Dispensa de licitação é publicada no Diário Oficial da União

    O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira, 22, o extrato da dispensa de licitação para a operacionalização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009. As empresas contratadas pelo Ministério da Educação são a Fundação Universidade de Brasília/Cespe e a Cesgranrio.


    O MEC define os últimos detalhes do contrato a ser formalizado, em caráter emergencial, nos próximos dias, cujo valor está fixado em R$ 99.959.837,86. Para a realização do Enem, foi tomado como base o valor de R$ 35 por aluno inscrito. Ou seja, o valor total da operação está estimado em cerca de R$ 140 milhões.

    Assessoria de Comunicação Social

  • Ministério e consórcio discutem a logística do Exame Nacional

    Representantes do Ministério da Educação, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e do consórcio de empresas contratadas para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) iniciaram reunião nesta sexta-feira, 02, que prossegue no final de semana, para discutir a logística do exame.

    O presidente do Inep, Reynaldo Fernandes, disse que a reunião serve para identificar os gargalos logísticos e aprimorar os procedimentos para a realização da prova. “Estamos discutindo toda a parte de segurança”, afirmou. Quanto ao vazamento da prova, Fernandes disse que a investigação cabe à Polícia Federal, que conta com todo o auxílio do ministério.

    A presidente do Connasel, consórcio formado pelas empresas Consultec, Cetro e Funrio, Itana Marques, vencedora do edital para realizar a prova, disse não poder dar maiores detalhes sobre o vazamento do exame, porque o contrato prevê sigilo sobre questões de segurança.
     
    Assessoria de Comunicação Social do MEC
Fim do conteúdo da página