Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Perguntas e respostas do Future-se, programa de autonomia financeira da educação superior
Início do conteúdo da página
  • Incentivo à leitura é tema de discussões na Bienal do Livro

    Especialistas do Brasil, México, Colômbia e Espanha estarão reunidos a partir da próxima quinta-feira, 19, em São Paulo, para apresentar experiências de incentivo à leitura e de bibliotecas públicas e comunitárias. Encontros acontecerão durante o III Fórum do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) e o III Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias, que farão parte da programação da 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

    O evento acontece no Anfiteatro Elis Regina, no Palácio das Convenções do Anhembi. Cerca de 500 pessoas deverão compartilhar nesses encontros suas experiências de incentivo à leitura. Na abertura, dia 19, às 11h, Maria Luisa Torán apresentará o Pacto Andaluz para o Livro. Ela coordenou a implantação do plano integral para a promoção da leitura, entre 2005 e 2010.

    Emília Pacheco, diretora geral de publicações do Conselho Nacional de Cultura e Artes do México, e Socorro Venegas, diretora adjunta de fomento à leitura e ao livro do mesmo conselho, apresentarão, dia 20, às 16h, as políticas públicas de livro e leitura naquele país. A experiência colombiana é tema da mesa do dia 21, a partir das 10h, sob o comando de Gloria Palomino, diretora da biblioteca piloto de Medellín, que coordena todas as ações dessa área naquela cidade.

    Os dois eventos, que ocorrem de forma conjunta, terão ainda a apresentação de painéis de ações de livro e leitura de todo o país, sempre às 13h30 e às 18h. São experiências tanto da sociedade civil quanto de governos municipais e da iniciativa privada de incentivo ao livro e à leitura.

    No programa consta também debate sobre escritores e o desenvolvimento da leitura, com a presença de Moacir Scliar, Ronaldo Corrêa Brito, Ademir Assumpção e Joaquim Maria Botelho, sempre às 14h30.

    Durante o evento será apresentado ainda o 1º Censo Nacional das Bibliotecas Públicas Municipais, realizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) a pedido do Ministério da Cultura. De acordo com o representante da FGV e um dos coordenadores da pesquisa, Carlos Augusto Costa, as bibliotecas são o caminho para o desenvolvimento social, e o mapeamento delas permitirá o aperfeiçoamento das políticas para o setor.

    O PNLL foi instituído em 2006 pelos ministérios da Cultura e da Educação e é responsável pelas diretrizes das políticas para o setor. Desde então, todos os anos, o plano tem um estande na bienal, onde apresenta as ações desenvolvidas tanto pelo governo quanto pela sociedade civil.  No estande haverá contação de histórias, a exposição Monteiro Lobato – a origem do seu mundo mágico, entre outras atrações.

    Assessoria de Comunicação Social

    A programação completa do encontro está na página do PNLL.









Fim do conteúdo da página