Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Acesse a Plataforma Nilo Peçanha

    Acesse a Plataforma Nilo Peçanha





    Voltar para Rede Federal

    Voltar para Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

  • Guia de Referência Metodológica

    Acesse o Guia de Referência Metodológica da Plataforma Nilo Peçanha

  • Novo ciclo de coleta de informações começa nesta segunda-feira, 4

    Os módulos de coleta e validação de dados como também de capacitação da Plataforma Nilo Peçanha (PNP) estarão disponíveis a partir de segunda-feira, dia 4 de fevereiro, para as instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

    Criada em 2018, a PNP é um ambiente virtual de coleta, validação e disseminação das estatísticas da Rede Federal. Reúne informações sobre as unidades que a compõem, cursos, corpo docente, discente e técnico-administrativo, além de dados financeiros. Essas informações embasam o cálculo dos indicadores de gestão monitorados pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC.

    A PNP é alimentada pela Rede de Coleta, Validação e Disseminação das Estatísticas (Revalide), a partir da qualificação dos dados coletados, inicialmente, do Sistema Nacional de Informações (Sistec), Sistema Integrado de Administração de Recursos humanos (Siape) e do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).

    A validade das informações será garantida pela aplicação de um conjunto de regras de consistência que apontará eventuais incoerências nos dados coletados, permitindo que os integrantes da Revalide os retifiquem ou confirmem, por meio de apresentação de justificativa. Informações inconsistentes que não forem justificadas pelas instituições e validadas pela Revalide serão descartadas e não poderão ser utilizadas para fins estatísticos.

    A coleta de dados obedece um calendário anual, assim como sua validação e divulgação. Para acessar o ambiente de capacitação da Plataforma Nilo Peçanha, é necessário fazer cadastro.

    Veja aquias informações para procedimento de primeiro acesso.

    Confira aPlataforma Nilo Peçanha.

     

    Assessoria de Comunicação Social

  • Plataforma abrigará dados sobre a educação profissional no Brasil


    A Plataforma Nilo Peçanha foi lançada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação nesta quinta-feira, 15. A ferramenta traz dados de mais de 650 unidades de ensino que participam da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, tais como informações sobre matrículas e oferta de cursos e investimentos, construindo um retrato da educação profissional, científica e tecnológica do Brasil.

    De acordo com a secretária de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eline Nascimento, o levantamento vai contribuir para avaliar a situação da rede e permitir a criação de políticas públicas para aprimorar a educação profissional brasileira. “Nossa intenção é que a plataforma permita e estimule a coleta de números de toda a rede de educação profissional do Brasil, porque para coordenar políticas a gente precisa ter indicadores, números e resultados que possam ajudar o monitoramento”, disse.

    Ela ressaltou, ainda, que a plataforma vai contribuir tanto no processo de gestão da Setec quanto das diversas instituições espalhadas pelo país, que poderão acompanhar e monitorar seus resultados, e dessa forma aprimorando o próprio trabalho. Esta é a primeira vez que esses dados ficam disponíveis para todo o Brasil, o que não era possível antes da criação da plataforma. Além de acompanhar a evolução histórica, as informações vão ajudar no melhor gerenciamento da Rede Federal.

    Para o coordenador e idealizador da Plataforma Nilo Peçanha, Gustavo Moraes, o próximo passo será fazer com que os interessados na ferramenta conheçam e utilizem todos os recursos que ela oferece. “Agora com a plataforma liberada, a grande missão é fazer com que a rede se aproprie dela, para que cada pessoa da rede, aluno, professor, pesquisador e mesmo a população possam se apoderar das ferramentas e estatísticas que estão ali e deem visibilidade a essa rede.”

    Nilo Peçanha foi o criador da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica em 1909. Hoje, a Rede Federal tem mais de um milhão de matrículas e 650 unidades de ensino, 38 institutos federais, dois centros federais de educação tecnológica, o Colégio Pedro II e 23 escolas técnicas.

    Acesse a plataforma Nilo Peçanha

    Assessoria de Comunicação Social 

  • Plataforma Nilo Peçanha (PNP)

    Conheça a Plataforma Nilo Peçanha e acesse dados oficiais da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica

  • Programas e ações da Setec

    Conheça os programas e ações desenvolvidos pela Secretaria de Educação Profissional (Setec) em apoio à educação profissional e tecnológica no País

  • Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica / Setec

    Conheça as atribuições da secretaria responsável pela coordenação da política de EPT e pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica 

Fim do conteúdo da página