Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Instituições superiores têm até 20 de maio para aderir ao programa
Início do conteúdo da página
Educação superior

Instituições terão estímulo para elevar a qualidade do ensino

  • Quarta-feira, 10 de abril de 2013, 14h59
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse nesta quarta-feira, 10, em audiência pública na Câmara dos Deputados, que há hoje grande concentração na nota 3 nos índices de avaliação das instituições de educação superior do país. Os indicadores usados, o índice geral de cursos (IGC) e o conceito preliminar de curso (CPC) variam numa escala de 1 a 5. “É uma zona de conforto”, salientou Mercadante.

De acordo com o ministro, o Ministério da Educação estuda políticas de estímulo que permitam às instituições atingir notas de excelência, como 4 e 5. “Uma das ideias é conceder linha de financiamento do BNDES a essas instituições”, afirmou.

 

Mercadante pediu agilidade ao Congresso Nacional para aprovar a criação do Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior (Insaes). O órgão será especializado na aferição das instituições de ensino superior particulares. “Precisamos de um instrumento de avaliação qualificado”, disse. “Não vamos assumir a irresponsabilidade da iniciativa privada com recursos públicos.”

 

Propostas semelhantes existem na Alemanha, Áustria, Noruega, Portugal, Japão e Suíça, entre outras nações. “Os países desenvolvidos têm iniciativas semelhantes. Vender hora-aula não é vender sabonete. Precisa ter qualidade, padrão”, disse Mercadante.


Assessoria de Comunicação Social

 

Confira a apresentação do ministro Aloizio Mercadante na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados

 

País terá mais 6 mil unidades de creches e pré-escola até 2014

Pacto pela idade certa é desafio e prioridade, afirma o ministro

Parceria pretende atrair 970 mil adolescentes de volta à escola

Exame é forma democrática de acesso à educação superior

Expansão será consolidada e estudante cotista terá apoio

X
Fim do conteúdo da página