Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Diploma dos tecnólogos vale para concurso e pós-graduação
Início do conteúdo da página
Reconhecimento e incentivo

Prêmio Professores do Brasil recebe inscrições para as experiências de sucesso nas escolas

  • Terça-feira, 16 de abril de 2019, 15h30
  • Última atualização em Terça-feira, 16 de abril de 2019, 17h36

Estão abertas as inscrições para o 12º Prêmio Professores do Brasil. O anúncio foi feito durante solenidade realizada no Ministério da Educação nesta segunda-feira, 15, em Brasília. Podem participar professores da educação básica da rede pública de todo o país. A premiação nacional será em novembro e os interessados podem se inscrever até o dia 31 de maio pela internet.

O prêmio é uma iniciativa do MEC e instituições parceiras, e tem o objetivo de reconhecer, divulgar e destacar o trabalho de professores das mais de 140 mil escolas públicas de todo o país, que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Além disso, procura dar visibilidade às boas experiências pedagógicas conduzidas pelos professores, oferecer uma reflexão sobre a prática pedagógica e orientar a sistematização de experiências educacionais.

O prêmio também procura estimular a participação dos professores como sujeitos ativos na implementação do Plano Nacional de Educação (PNE) e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Para se inscrever, os professores devem enviar um relato da prática pedagógica desenvolvida com seus alunos.

O Prêmio Professores do Brasil é dividido em três etapas: estadual, regional e nacional. Os participantes vão concorrer nas categorias creche e educação infantil; pré-escola e educação infantil; ciclo de alfabetização primeiro, segundo e terceiro anos; anos iniciais do ensino fundamental; quarto e quinto anos; anos finais do ensino fundamental; sexto ao nono ano, e ensino médio. A expectativa é receber aproximadamente 4,6 mil inscrições.

“A cada ano o prêmio tem evoluído para acompanhar as necessidades de acesso à informação dos professores, de efetividade das escolas públicas e de visibilidade dos resultados que são tangíveis na aprendizagem dos alunos. Certamente, o compartilhamento das práticas educativas, possibilitadas pelas informações trazidas pelo prêmio, trará mais conhecimento aos professores, contribuindo para a melhoria do ensino e aprendizagem”, ressalta o secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim.

Vencedores – Serão seis premiados na etapa nacional – um de cada categoria. Cada um receberá, além dos R$ 5 mil da premiação regional e uma medalha, mais R$ 8 mil e troféu. Para os 6 premiados regionais do ensino médio, uma viagem. Na etapa estadual serão 486 agraciados com certificados e medalhas.

Além das categorias gerais, os professores podem concorrer em uma das cinco temáticas especiais: esporte como estratégia de aprendizagem; uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional; boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento no ensino fundamental e médio; práticas inovadoras de educação científica, e educação empreendedora. A premiação para as temáticas especiais inclui R$ 5 mil para os professores vencedores, viagens e participação na programação da TV Escola.

A novidade este ano é que os professores vencedores da edição anterior não poderão participar. O objetivo é permitir que eles se dediquem aos estudos durante a viagem de premiação, além de dar a oportunidade para outros professores.

O secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim, a professora Vandete Pereira Lima, uma das vencedoras do ano passado, e a coordenadora geral de valorização do MEC, Mara Ewbank, anunciaram o lançamento da 12ª edição do prêmio (Foto: André Borges/MEC)

“É um divisor de águas na vida do professor. Aquele profissional que ganha o prêmio ganha muito mais. Ele vai além”, define Mara Ewbank, coordenadora geral de valorização, saúde e bem-estar dos profissionais da educação do MEC.

Incentivo – Umas das vencedoras da edição do ano passado, a professora Vandete Pereira Lima, da Escola Classe 08 Cruzeiro, no Distrito Federal, acredita que o prêmio é um incentivo aos professores. “Iniciativas como essa valorizam o nosso trabalho. O prêmio Professores do Brasil é uma vitrine de projetos bem-sucedidos. Temos a oportunidade, através do prêmio, de divulgar essas ideias e de colocar para outros professores que as ideias que você tem em sala de aula podem ser maravilhosas. Mas a única maneira de divulgar é participar de uma iniciativa como essa”, afirma.

Ela desenvolveu o projeto Uma mensagem para você, de alfabetização utilizando o Whatsapp. “Eu brinco com as crianças de mandar mensagens de WhatsApp. É isso que os motiva para ler e escrever. Foi um salto maravilhoso. As crianças precisam estar motivadas para aprender. E os resultados foram estupendos”, conta.

Confira o regulamento do prêmio 

Inscreva-se no Prêmio Professores do Brasil

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página