Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Instituições de ensino superior terão recursos para projetos de inclusão produtiva
Início do conteúdo da página
Educação de jovens e adultos

Coordenadores dos fóruns de EJA têm encontro em Brasília

  • Quinta-feira, 10 de março de 2005, 08h34
  • Última atualização em Quinta-feira, 10 de maio de 2007, 08h41

Os coordenadores dos fóruns de educação de jovens e adultos dos 26 estados e do Distrito Federal estarão hoje, dia 10, e amanhã, 11, em Brasília, para a segunda reunião interna com técnicos do Ministério da Educação, promovida pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC).

Na pauta estão a apresentação das iniciativas do Departamento de Educação de Jovens e Adultos (Deja), a avaliação dos programas Brasil Alfabetizado e Fazendo Escola e a apresentação do programa Pró-Jovem. "A reunião é um espaço privilegiado para discussão das políticas de alfabetização e de educação de jovens e adultos", afirmou Timothy Ireland, diretor do Deja.

Outra questão em debate é a inserção da educação de jovens e adultos no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a ser criado. "Nossa proposta é de uma inclusão igualitária da educação de jovens e adultos (EJA) no Fundeb para superar o atual modelo desigual. Vamos fazer pressão em favor disso", disse Ireland.

Comissão - Brasília também sediou, esta semana, a reunião da Comissão Nacional de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos (Cnaeja). Representantes da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), da União Nacional dos Estudantes (UNE), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da Associação Brasileira de Organizações não-Governamentais (Abong), da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e entidades ligadas às causas indígena, do campo, da mulher e étnico-raciais debateram no MEC temas semelhantes aos da pauta do encontro dos fóruns de EJA.

"A reunião da comissão nacional foi positiva, com muita troca de conhecimentos e de informações e com debates interessantes", disse o diretor do Deja. A próxima reunião, tanto do fórum quanto da Cnaeja, está marcada para maio, no Rio de Janeiro.

Repórter: Iara Bentes

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página