Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ministério da Educação doa primeira biblioteca para o sistema prisional brasileiro
Início do conteúdo da página
Educação especial

Parceria com Comitê Paralímpico oferece curso para professores

  • Quarta-feira, 19 de junho de 2019, 14h03
  • Última atualização em Quarta-feira, 19 de junho de 2019, 14h03

Dyelle Menezes e Luciano Marques, do Portal MEC

O Ministério da Educação (MEC) oferece curso de capacitação a professores de Educação Física para pessoas com deficiência. O trabalho é resultado de uma parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). A expectativa do MEC é de 100 mil professores formados pelo curso até 2025.

O objetivo é estimular o esporte como método educacional no desenvolvimento integral dos alunos. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a formação de professores é uma das diretrizes da pasta. “Estamos com recursos limitados. Parcerias para iniciativas importantes como essa mostram uma busca por eficiência, sem onerar a máquina pública”, disse.

De acordo com a diretora de Acessibilidade, Mobilidade, Inclusão e Apoio a Pessoa com Deficiência do MEC, professora Patrícia Neves Raposo, os trabalhos, em muitos pontos, convergem. “Como é importante para o Comitê Paralímpico a formação de profissionais, professores de Educação Física, ou professores que atuam na rede de ensino conhecerem mais sobre o desporto paraolímpico, nos interessa também divulgar esse curso para todas as redes”, destaca a diretora.

Para Patrícia, o curso atende amplamente o público, desde a educação básica à superior. “O Brasil nas Paralimpíadas sempre está entre os primeiros lugares e incentivar o esporte, de uma maneira geral para a educação, é extremamente importante. E para esse grupo, que muitas vezes tem oportunidades reduzidas, por várias razões, essa é uma grande oportunidade. Por isso, o MEC abraça a iniciativa, visando essa formação”, ressalta.

O curso, denominado “Movimento Paralímpico: fundamentos básicos do esporte”, tem duração de 40 horas. A capacitação é dividida em quatro módulos e oferece as seguintes informações:

história dos esportes paraolímpicos; principais regras de cada modalidade; entrevistas com atletas brasileiros.

Ao final, o professor recebe sugestões de atividades práticas para aulas. O curso é gratuito e está disponível na plataforma de ensino a distância do MEC, o Avamec. Dessa forma, o professor pode acessar o conteúdo a qualquer hora, pelo computador, celular ou tablet.

O início do curso é imediato: basta escolher uma das turmas. Aqueles que cumprirem todas as etapas em até 60 dias ganham um certificado.

“Até o momento, são mais de 10 mil inscritos, mas acreditamos que muitos outros professores terão essa oportunidade de conhecer mais sobre o esporte paraolímpico”, aponta Patrícia.

A inscrição pode ser feita aqui.

X
Fim do conteúdo da página