Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Candidatos têm até esta sexta-feira, 30, para enviar recursos
Início do conteúdo da página
Educação profissional

Instituto paranaense abrirá cursos para pescadores

  • Quinta-feira, 18 de junho de 2009, 13h50
  • Última atualização em Terça-feira, 28 de julho de 2009, 15h51

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná vai abrir três cursos nas áreas de aquicultura e pesca em Paranaguá. O município do litoral paranaense está perto de ganhar um centro integrado de pesca artesanal, destinado a oferecer aos trabalhadores uma infra-estrutura mínima para a produção e comercialização do pescado.


Para o coordenador da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca da Presidência da República, João Dias, os institutos federais têm importância estratégica nessa área. “Os institutos são fundamentais no sentido de capacitar os pescadores. Não basta instalar uma fábrica de gelo ou fazer beneficiamento e comercialização do pescado. É preciso envolver a comunidade e estimular práticas de autogestão”, afirma. “Isso pode ser feito, por exemplo, com um curso na área de cooperativismo.”


Os pescadores artesanais são responsáveis por 60% da produção pesqueira nacional, o que representa mais de 500 mil toneladas por ano. Apesar da importância econômica do setor, os pescadores formam um dos segmentos com maiores índices de baixa escolaridade, contam com pouca infra-estrutura e vivem em condições precárias de trabalho.


Para reverter esse quadro, o instituto está criando os três cursos. “São cursos diferenciados, pois as aulas serão ministradas diretamente na colônia dos pescadores, com a comunidade”, explica o coordenador do curso de aquicultura, Otávio Bezerra Sampaio. Segundo ele, o investimento na formação e na capacitação profissional contribuirá decisivamente para o crescimento do setor.

Assessoria de Imprensa da Setec

Confira as notícias sobre os Institutos Federais

X
Fim do conteúdo da página