Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Resultados do Enade 2005 saem na próxima semana
Início do conteúdo da página
Institutos federais

Estudantes paraibanos recebem patrocínio para criar software

  • Terça-feira, 04 de maio de 2010, 17h32
  • Última atualização em Quarta-feira, 05 de maio de 2010, 10h36
Flávio e Diógenes foram escolhidos entre estudantes de todo o mundo. (Foto: Arquivo do IFPB)João Pessoa – Dois alunos do Campus João Pessoa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba estão prestando serviço para uma das mais bem sucedidas empresas da internet, o Google. Flávio Ribeiro e Diógenes Augusto desenvolvem projetos para o Summer of Code, um programa de incentivo que patrocina a criação de softwares livres. A empresa paga US$ 5.500 (cerca de R$ 9.500) por projeto.

O Google Summer of Code foi criado para promover a participação de estudantes no desenvolvimento de diferentes softwares de códigos abertos de organizações como Mozilla, Ubuntu, BlueZ, dentre outras. Na Paraíba, apenas 11 estudantes estão participando. Entre eles, os dois alunos do instituto, escolhidos entre milhares de estudantes de todo o mundo.

Para isso, o Google abriu inscrições, no início do ano para as propostas. Os melhores projetos foram selecionados e há poucos dias começou a fase inicial de desenvolvimento dos softwares, com a liberação de US$ 500 (cerca de R$ 860) para cada aluno.

“A idéia central, de fato, é desenvolver ou melhorar um software de código aberto para o Google. A recompensa em dinheiro é boa, claro, mas o importante mesmo é o enriquecimento do currículo profissional. Ter em seu currículo um projeto aceito pelo Google é um salto enorme na profissão”, conta Flávio.

“A possibilidade de contratação por empresas e organizações que estão envolvidas em programas desse porte é alta. Quando o resultado final é satisfatório, o estudante ganha destaque na comunidade de software livre e passa a ter uma maior importância dentro dos projetos”, completa ele.

O financiamento dos US$ 5.500 para cada projeto é pago em etapas: US$ 500 já na fase inicial; em julho são mais US$ 2.250 (cerca de R$ 3.900); e em agosto, mês em que os projetos devem estar prontos, são liberados os US$ 2.250 restantes.

O projeto de Flávio Ribeiro, aluno do sétimo período de engenharia elétrica, é dirigido à organização BlueZ, que é a implementação oficial do protocolo Bluetooth na plataforma Linux e que acrescenta suporte às especificações da solução de rádio para computadores, celulares e outros dispositivos. O seu projeto, que visa melhorar esse tipo de suporte, tem a orientação de Claudio Takahasi, do Instituto Nokia de Tecnologia instalado em Recife.

Já Diógenes Augusto, estudante do quinto período de tecnologia em sistemas para internet, está desenvolvendo soluções para o MoinMoin, um dos gerenciadores de sistemas wiki de sítios colaborativos, como a wikipédia. Esses sistemas têm ferramentas avançadas de colaboração para editar páginas. O orientador de Diógenes é o polonês Radomir Dopieralski, funcionário da STX Next, uma empresa que desenvolve soluções na linguagem Python.

“O interessante do Summer of Code é a rede de contatos que é estabelecida. Temos a oportunidade de compartilhar nossos desafios com pessoas de todo o mundo, que mesmo não estando diretamente envolvidas, colaboram e aprendem com os nossos projetos”, destaca Diógenes.

Assessoria de Imprensa do instituto federal da Paraíba
Assunto(s): Institutos federais
X
Fim do conteúdo da página