Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Professora incentiva comunicação entre alunos carentes por meio de smartphones de papel
Início do conteúdo da página
Institutos federais

Paraíba formará profissionais para tratar usuários de crack

  • Quinta-feira, 06 de janeiro de 2011, 17h42
  • Última atualização em Quinta-feira, 06 de janeiro de 2011, 17h42
A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Ministério da Justiça aprovou projeto apresentado pelo Instituto Federal da Paraíba para implantar um centro regional de formação de profissionais que atuarão no tratamento de usuários de crack. O espaço tem como meta formar 300 profissionais.

Outros 49 centros semelhantes serão criados em todo o país, como resultado de chamada pública realizada pela Senad com essa finalidade.

Segundo a coordenadora do centro, Vânia Maria de Medeiros, ao longo da formação serão feitas abordagens sobre intervenções em processos emergenciais (overdose, por exemplo) e cursos na área de gerenciamento de casos e reinserção social; intervenção motivacional; atualização e atenção integral dos usuários.

“É a consolidação de uma ação social muito importante por arte do instituto federal”, destacou Vânia. Além de capacitar e formar recursos humanos, o centro propiciará uma expansão da instituição na área de saúde. “Além disso, haverá uma troca de saberes entre profissionais de diferentes áreas e o instituto poderá ofertar novos cursos”, salientou a coordenadora.

Para 2011, o centro atenderá uma rede intermunicipal do estado da Paraíba. Abrangerá os municípios de Conde, Cabedelo, Santa Rita, Bayeux e João Pessoa.

Ana Júlia Silva de Souza
X
Fim do conteúdo da página