Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Inscrições abertas para bolsas no exterior até 14 de setembro
Início do conteúdo da página
Institutos federais

Índice Geral de Cursos destaca rede de educação profissional

  • Sexta-feira, 14 de janeiro de 2011, 18h09
  • Última atualização em Sexta-feira, 14 de janeiro de 2011, 18h09
A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica foi destaque no Índice Geral de Cursos (IGC). As instituições da rede foram avaliadas na categoria centros universitários, em que ocuparam 11 das 15 melhores colocações e alcançaram conceito 4, numa escala que vai no máximo até 5.

Os dados foram divulgados na última quinta-feira, 13, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anízio Teixeira (Inep). O índice refere-se ao triênio 2007-2009. Todas as instituições de ensino superior do país foram avaliadas.

O IGC abrange indicadores dos cursos de graduação e pós-graduação. Nas graduações, é utilizada a média dos conceitos preliminares de curso (CPC) da instituição, que tem como base o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), e ainda variáveis como corpo docente, infraestrutura e organização didático-pedagógica.

Excelência

Pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto Federal de Santa Catarina foi considerado o melhor centro universitário federal do Brasil e, entre todos os 158 centros universitários avaliados, alcançou a segunda melhor colocação. Os institutos federais ofertam desde os cursos técnicos de nível médio até a pós-graduação.

“É um trabalho coletivo e comprometido com a educação, em que todos os agentes estão envolvidos: professores, técnicos administrativos em educação, direção dos campi, estudantes e reitoria. É a vontade constante de dar, a cada ano, o melhor pela instituição”, destaca a reitora da instituição catarinense, Consuelo Sielski Santos.

Três cursos superiores de tecnologia daquele instituto tiveram destaque na avaliação realizada pelo Inep. O primeiro deles, de construção de edifícios, obteve nota 4,2 no CPC. O curso, que oferece 24 vagas por ano no período noturno, forma profissionais para atuar no gerenciamento, planejamento e execução de obras de edifícios e capazes de acompanhar todas as etapas deste processo.

O Instituto Federal Sul-rio-grandense veio logo atrás. Os seus cursos superiores de tecnologia em saneamento ambiental (campus Pelotas) e em gestão da produção industrial (campus Sapucaia do Sul) são os melhores do país. “Os resultados ratificam a preocupação da nossa gestão com a qualidade do ensino. Além do crescimento físico, investimos em infraestrutura e na consolidação de uma política de incentivo à qualificação de docentes e técnicos administrativos, fatores que refletem diretamente na sala de aula”, avalia o reitor Antonio Carlos Brod.

Assessoria de imprensa da Setec
X
Fim do conteúdo da página