Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Professores aprenderão noções básicas de primeiros socorros
Início do conteúdo da página
Educação profissional e tecnológica

Sistema de informações gera mais de 200 relatórios

  • Quarta-feira, 17 de agosto de 2005, 12h40
  • Última atualização em Segunda-feira, 04 de junho de 2007, 07h55

O cruzamento das informações cadastradas pelas 144 escolas da rede federal de educação profissional e tecnológica no Sistema de Informações Gerenciais (SIG) pode gerar mais de 200 relatórios de gestão acadêmica e administrativa. Com esses dados, os técnicos da Setec e os dirigentes das instituições têm subsídios para buscar soluções mais simples e eficientes para os problemas da educação profissional.

Quando o diretor de uma escola quiser contratar professores, conhecer a eficiência de seu corpo docente, saber quantos trabalham em tempo integral e quantos fazem meio expediente, a maneira mais rápida de obter essa informação é acessando o SIG – que está desde o início de agosto no portal da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) na internet.

Este processo pode retratar desde a relação candidato/vaga de um determinado curso até o número de matrículas por turno e de estudantes formados. O SIG é uma base de dados, com informações de toda a rede federal de escolas de educação profissional e tecnológica, que recebeu um investimento de R$ 1 milhão para ser implementada.

O titular da Setec, Antonio Ibañez Ruiz, diz que o sistema dá transparência às ações do MEC na área da educação profissional: “Como ele permitirá à população saber quais são os serviços oferecidos pelas escolas da rede, dará visibilidade à gestão pública”.

Controle – O SIG foi criado pela Setec para ser uma ferramenta de gestão e controle das escolas da rede federal. As instituições cadastram informações gerais e particulares sobre cursos, alunos, professores e infra-estrutura, entre outras. Com esses dados, a secretaria pode gerir seus recursos com mais eficiência, pois terá condições de planejar melhor suas políticas. As instituições também poderão perceber se suas ações estão sendo bem conduzidas.

Para acessar o SIG, qualquer computador com conexão à internet pode ser utilizado, desde que tenha um navegador instalado. Inicialmente, os usuários serão os funcionários das escolas e os servidores da Setec responsáveis pela administração e manutenção do SIG. Mas o sistema será aberto à população em 2007.

Repórter: Rodrigo Farhat

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página