Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ministro anuncia obras para ampliar acesso à educação superior, técnica e infantil no Paraná
Início do conteúdo da página
Educação profissional

Instituto de Brasília investe em curso de produção audiovisual

  • Quinta-feira, 21 de dezembro de 2017, 15h21
  • Última atualização em Quinta-feira, 21 de dezembro de 2017, 15h21

O que antes era apenas ruína torna-se a nova unidade do Instituto Federal de Brasília (IFB) na cidade administrativa de Recanto das Emas (DF).  O espaço, antes abandonado e ocupado por usuários de crack, deveria ter sido ocupado pelo projeto assistencialista Cidade dos Meninos. Com a doação do antigo local pelo Governo do Distrito Federal e aplicação de recursos financeiros do Ministério da Educação, a revitalização do prédio principal e as obras em todo o espaço foram possíveis.

Atualmente, com obras adiantadas e previsão de inauguração para fevereiro de 2018, o IFB Campus Recanto das Emas já dá sinais de que chegou à região. O projeto inicial vai contar com 11 salas de aulas, quatro laboratórios de informática, artes e ciências, áudio e vídeo e edição e editoração. Além disso, terá uma biblioteca, uma quadra poliesportiva e espaços para as salas administrativas.

Curso – O eixo tecnológico e profissionalizante escolhido em audiência pública com a população foram os de produção cultural e design. O primeiro curso a ser ofertado é o de técnico em produção de áudio e vídeo. O campus terá capacidade para atender 1200 estudantes, inclusive com a oferta de ensino médio integrado.  A escolha pelo curso considerou as demandas do mercado em Brasília, maior centro de emissoras do país.

A estrutura para o curso de produção de áudio e vídeo inclui estúdio e laboratórios para atender 40 alunos simultaneamente, com equipamentos de broadcasting, ilhas não lineares de última geração, Blackmagic, pacotes de adobe e equipamentos profissionais de fotografia.

O objetivo é simular o espaço de trabalho de uma emissora de TV ou de uma produtora de vídeo com ilhas de edição, equipamentos de externas, chamadas de UPJ – unidade portátil de jornalismo – ou UPP – unidade portátil de produção. As possibilidades de inserção no mercado profissional são para emissoras de TV, agências de publicidade, cinemas, produtoras de vídeo e rádio. 

Com carga horária de 800  horas, o curso de técnico em áudio e vídeo será oferecido em duas modalidades: integrado (ensino médio e profissionalizante) e subsequente (para aquele aluno que já terminou o ensino médio e deseja concluir o ensino profissionalizante). O conteúdo programático ainda inclui noções de iluminação e fotografia. Os futuros profissionais do IFB poderão atuar em três áreas: operador de câmera, operador de áudio e editor de imagens. O formando também poderá exigir registro profissional de radialista, já que o curso é certificado pelo MEC.

Seletiva – A abertura de novo processo seletivo para a unidade está prevista ainda para dezembro, com a oferta de 240 vagas, sendo 160 para o curso integrado e 80 para o curso subsequente. As inscrições acontecerão durante o mês de janeiro. “A população do Recanto das Emas será beneficiada com os cursos do instituto”, afirma o reitor Wilson Conciani. “Em fevereiro já teremos alunos iniciando o primeiro curso de técnico de áudio e vídeo profissionalizante do Distrito Federal. A expectativa é muito grande entre nossos servidores e docentes para a inauguração do novo campus.”

Com a mudança, o objetivo é começar a movimentação de materiais assim que as condições da obra permitirem. “Todos estão animados com as perspectivas no Recanto das Emas. Os servidores do campus Taguatinga Centro já estão trabalhando no planejamento das atividades da nova unidade. Serão 42 docentes e 35 servidores inicialmente para atender a demanda local da população”, afirma Germano Teixeira Cruz, atual diretor do Campus Taguatinga e futuro diretor do Recanto das Emas. 

Acesse a página do IFB para acompanhar o processo seletivo

Assessoria de Comunicação Social, com informações da Assessoria de Imprensa do IFB 

X
Fim do conteúdo da página