Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Fiocruz prorroga inscrições em olimpíada até dia 17 de agosto
Início do conteúdo da página
Educação a distância

Educação a distância será debatida com universidades sul-africanas

  • Quinta-feira, 14 de setembro de 2006, 14h43
  • Última atualização em Terça-feira, 15 de maio de 2007, 12h43

De 26 a 29 deste mês, técnicos do Ministério da Educação vão à África do Sul estudar possibilidades de cooperação para o desenvolvimento de projetos nas áreas de educação superior a distância e de pós-graduação.

Constam do roteiro reuniões de trabalho com as universidades de Pretória e da África do Sul, ambas com sede em Pretória, e com a Universidade de Joanesburgo, na cidade de Joanesburgo. O diretor do Departamento de Políticas em Educação a Distância do MEC, Hélio Chaves Filho, vai apresentar o modelo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e conhecer o formato e o funcionamento da educação a distância da Universidade da África do Sul, que é especialista na área, e avaliar o potencial de cooperação entre instituições públicas brasileiras e sul-africanas.

Outro tema de interesse do MEC que será discutido com os sul-africanos é a organização do seminário internacional de educação que será realizado conjuntamente por Brasil, Índia, África do Sul e Inglaterra. O evento vai reunir em Londres, Inglaterra, nos dias 15 e 16 de novembro, educadores, especialistas e pesquisadores para debater educação, exclusão social e desenvolvimento sustentável.

Cooperação – Além do interesse pela África do Sul, o MEC tem projetos de cooperação com diversos países, entre eles o Timor Leste, onde faz a formação de professores em serviço, e Portugal, para pesquisa de novas tecnologias aplicadas à educação. De acordo com Hélio Chaves Filho, o ministério está construindo um projeto para a formação de professores brasileiros que trabalham em escolas de educação básica no Japão. O curso, explica, será oferecido pela Universidade Federal de Mato Grosso. E com os países do Mercosul – Argentina, Bolívia, Chile, Uruguai e Paraguai – fará oficinas, em outubro, sobre educação a distância.

Repórter: Ionice Lorenzoni

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página