Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Atleta na Escola mobiliza mais de 2 milhões de estudantes
Início do conteúdo da página
Educação básica

Jovens secretários do Nordeste assumem desafios da educação

  • Terça-feira, 17 de março de 2009, 14h23
  • Última atualização em Quinta-feira, 19 de março de 2009, 10h49
17/3/2009 - Eles são jovens, mas desde cedo assumiram o compromisso de buscar a melhoria da qualidade educacional em seus municípios. Esse é o perfil dos secretários municipais de educação Breno Trajano, de Aparecida (PB), e Sebastiana Nascimento, de Tupanatinga (PE). E além de realizar o diagnóstico e planejamento de seu sistema educacional, os gestores têm que conquistar a confiança da população por causa de sua pouca idade.

Quando assumiu a secretaria municipal de educação de Aparecida em 2005, Trajano tinha apenas 22 anos e estava em seu primeiro ano do curso de geografia. Na época, enfrentou a desconfiança da população. “Eu tive de mostrar que tinha capacidade, que podia assumir o cargo”, conta. Atualmente com 26 anos e em seu segundo mandato como gestor, Trajano planeja ações para evitar a evasão e diminuir a reprovação em seu município. “Temos de conscientizar os professores de que a reprovação não educa ninguém”, ressalta.

O município, que fica a 393 quilômetros de João Pessoa, possui um Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) um pouco abaixo da média nacional, que é 4,2. Todavia, o objetivo do secretário é superar a meta brasileira este ano. Para isso, já trabalha em sua rede as matrizes da Prova Brasil e do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Também organizou um curso de formação continuada para gestores escolares com o intuito de explicar para estes como eles podem melhorar seu índice. “Muitos diretores não sabem como melhorar o Ideb de sua escola”, explica.

Tupanatinga – Antes de assumir o cargo de secretária municipal de educação do município, Sebastiana Nascimento era diretora de uma escola. “Ninguém acreditava que eu era a diretora da escola sendo tão nova”, relata. Entretanto, isso não a impediu de batalhar pela melhoria da educação.

Como membro do Conselho Municipal de Educação, Sebastiana participou da elaboração do Plano de Ações Articuladas (PAR) municipal e portanto, já sabe o que ser feito até 2011 para melhorar a qualidade da educação de Tupanatinga. Há dois meses na frente da secretaria, a jovem de 27 anos trabalha pela alfabetização das crianças de oito anos em sua rede. “Já aplicamos a Provinha Brasil e em breve saberemos o que temos de fazer para melhorar o resultado no fim do ano”, relata.

Além dos dois dirigentes, cerca de 380 secretários municipais estão em Recife para participar do 6º Encontro que o MEC e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) realizam com os novos dirigentes educacionais. A reunião segue até sexta-feira, 20, no Mar Hotel, em Recife.

Assessoria de Comunicação Social
X
Fim do conteúdo da página