Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Poesia leva estudantes a Recife
Início do conteúdo da página
Educação básica

Países da América Latina discutem alimentação escolar

  • Segunda-feira, 04 de setembro de 2006, 15h18
  • Última atualização em Quarta-feira, 13 de junho de 2007, 04h19

O Brasil participa do 2º Congreso Internacional de Alimentación Escolar para América Latina, promovido pela Red de Alimentación Escolar para América Latina (LA-Rae), desde esta segunda-feira, 4, até 7 de setembro, em Cancún, no México. O encontro definirá as linhas estratégicas de promoção e consolidação das redes nacionais de combate à fome, especialmente de crianças em idade escolar.

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), Daniel Balaban, e a coordenadora do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Albaneide Peixinho, representam o governo brasileiro no congresso. A LA-Rae congrega todos os programas e projetos e experiências de alimentação escolar na América Latina e o congresso é uma oportunidade para a troca de experiências na área entre todos os países latino-americanos.

"Pretendemos formar no país uma rede de alimentação escolar, buscando integrar as diversas experiências dos municípios, o que possibilitará uma importante troca de conhecimento e cultura na administração e elaboração da alimentação escolar", afirma Daniel Balaban, que vai aproveitar a ocasião para propor que o Brasil sedie o próximo congresso internacional da rede, em 2007. A participação brasileira é uma oportunidade para conhecer a LA-Rae e desenvolver uma forma de implantá-la no país.

Na assembléia geral de Cancún, Balaban vai relatar os avanços obtidos pelo Brasil desde a criação da entidade, em 2004. No encontro, haverá relatos de experiências de alguns dos 34 países participantes da rede.

A exposição do programa brasileiro de alimentação escolar ficará a cargo de Albaneide Peixinho, na mesa em que serão discutidas as melhores práticas, no penúltimo dia do encontro. "Os pedidos de assistência técnica que temos recebido de outros países demonstram que nosso programa conseguiu atingir as metas", diz. Também serão relatadas as experiências do México, dos Estados Unidos e do Chile.

O Brasil se destacou no desenvolvimento do programa nacional de alimentação escolar e fez acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, em inglês) para ajudar países em desenvolvimento como Haiti, Angola, Moçambique e Cabo Verde na implantação dos seus programas.

Nutrição - A La-Rae foi criada em 2004 por iniciativa do Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU) e da School Nutrition Association (Associação de Nutrição Escolar), com o objetivo de promover o trabalho conjunto e apoiar programas de nutrição de instituições públicas e privadas, acadêmicas e da sociedade nos países da América Latina e Caribe. (Assessoria de Comunicação Social do FNDE)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página