Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Crianças terão de ir à escola a partir do 4 anos de idade
Início do conteúdo da página
Formação do professor

Ministro assina protocolo de intenções com governo gaúcho

  • Quinta-feira, 07 de abril de 2011, 18h16
  • Última atualização em Quinta-feira, 07 de abril de 2011, 18h16
Protocolo assinado por Haddad e Genro terá 48 meses de vigência. (Foto: Caco Argemi/Palácio Piratini)Em visita a Porto Alegre, o ministro da Educação, Fernando Haddad, e o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, assinaram protocolo de intenções para melhorar os indicadores da rede pública estadual.

O documento prevê a formação de 34 mil professores e profissionais de educação no Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) do MEC, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A iniciativa oferecerá cursos no programa de primeira licenciatura para todos os professores sem graduação da rede estadual, no programa de segunda licenciatura para professores que estão atuando em áreas de fora da sua formação, no programa de especialização e mestrado profissional para professores em exercício da rede pública, além de formação técnica para funcionários de escolas e formação para gestores das escolas da rede estadual.

No protocolo, que tem 48 meses de vigência, também constam medidas para garantir assistência técnica e financeira para a melhoria das práticas pedagógicas e avaliação da rede estadual, assim como a melhoria da infraestrutura das unidades escolares. Constam ainda a implantação de dois centros de formação para os profissionais da educação, ampliação da jornada escolar para alunos de 550 unidades escolares, por meio do Programa Mais Educação, e implantação do Programa Proinfância junto aos municípios, em prol do aumento da oferta de educação infantil.

“O Rio Grande do Sul está fazendo um esforço para melhorar seus indicadores educacionais e o MEC está sempre à disposição de todos os estados para melhorar esses índices”, afirmou Haddad.

Ao final da cerimônia, o ministro pediu um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da tragédia na escola Tasso da Silveira, no Rio de Janeiro, onde houve uma chacina de crianças.

Assessoria de Comunicação Social
X
Fim do conteúdo da página