Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Abertas mais de 1,9 mil vagas em educação profissional a distância
Início do conteúdo da página
Educação básica

Conselho Escolar motiva alunos para reduzir evasão

  • Sexta-feira, 02 de junho de 2006, 15h11
  • Última atualização em Segunda-feira, 21 de maio de 2007, 07h37

A redução da evasão escolar dos alunos do ensino médio noturno da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Ormanda Gonçalves, do bairro Nova América, em Vila Velha (ES), é a meta das atividades do Conselho Escolar em 2006. O relato da escola está no Banco de Experiências Exitosas do Programa de Fortalecimento dos Conselhos Escolares, desenvolvido pela Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC), desde maio de 2005.

Para alcançar seu objetivo, o conselho da Escola Ormanda Gonçalves, em acordo com a direção do colégio, desenvolve três atividades: em parceria com o comércio e empresas do bairro, oferece merenda para os alunos do ensino médio do turno da noite; em conjunto com os professores, reestrutura o conteúdo das aulas para que fiquem mais atrativas e apropriadas para uma clientela que sai do trabalho e vai direto para a escola; e promove uma rodada de relatos de experiências entre estudantes que abandonaram a escola e aqueles que concluíram o ensino médio e hoje estão na universidade. As ações visam melhorar a qualidade do ensino, democratizar a gestão escolar e formar cidadãos. A redução da evasão, informa o conselho, será conseqüência de uma escola mais atrativa que está olhando para seus estudantes.

A Escola Ormanda Gonçalves tem 1.600 alunos do ensino médio nos turnos da manhã, tarde e noite. O conselho foi criado em 1993, mas só adquiriu personalidade jurídica em 1998. Entre as atividades de maior repercussão, registra a participação no cinqüentenário do bairro Cobilândia, que integra a macrorregião onde a escola está inserida. Os alunos fizeram pesquisas sobre a história do bairro, seus recursos, situação ambiental e atuaram nas festividades para a integração da escola com a comunidade.

Relatos – O banco de experiências da SEB tem 60 relatos feitos por conselhos escolares de 18 estados. São Paulo destaca-se com 13 relatos, Rio Grande do Sul 11 e Ceará 10. Para participar do banco, a escola deve descrever seu trabalho em três momentos: como era antes da criação do conselho; como foi a construção; e que resultados a escola obteve a partir da gestão democrática. Para inscrever o trabalho, o conselho poderá consultar o Manual de Operação do Banco de Experiências Exitosas e a ficha de inscrição disponíveis na página eletrônica da SEB.

A escola que desejar fazer o cadastro por carta deverá encaminhá-la para o seguinte endereço: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares – Esplanada dos Ministérios, Bloco L, sala 526 – CEP 70047-900 Brasília (DF). Informações também pelo telefone gratuito 0800-616161.

Ionice Lorenzoni

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página