Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Instituições federais têm novo prazo para apresentar projetos
Início do conteúdo da página
Educação básica

Coordenadores estaduais discutem soluções para o ensino médio

  • Terça-feira, 22 de maio de 2007, 10h47
  • Última atualização em Quarta-feira, 20 de junho de 2007, 05h54

Foi aberto nesta terça-feira, 22, no Ministério da Educação, em Brasília, o Fórum dos Coordenadores Estaduais do Ensino Médio. Questões como a formação de professores em nível médio, o ensino médio noturno e a valorização da formação científica são discutidas por representantes de todos os estados, do Conselho Nacional da Educação (CNE) e do Conselho Nacional dos Dirigentes das Escolas de Educação Básica (Condicap), entre outros.

Na manhã desta terça-feira, dia 22, foi discutida a formação de professores em nível médio, também conhecida como curso normal. A modalidade recebe aproximadamente 200 mil matrículas em 18 estados. No Espírito Santo, porém, ela não é oferecida. Os estudantes só podem obter a formação a partir do ensino superior.

De acordo com os especialistas presentes, grande parte dos alunos recorre ao curso normal para ter condições de custear um curso universitário. A partir da reunião, pretende-se a estruturação de um quadro mais claro sobre as condições dos cursos normais e que haja uma garantia da qualidade na formação.

Outro tema a ser abordado no fórum é o ensino médio noturno. Estarão em debate formas de combater a evasão e soluções para adaptar o ensino aos alunos que trabalham durante o dia e estudam à noite. “A realidade desses alunos é diferente, e o ensino deve levar isso em consideração”, disse a diretora de políticas do ensino médio do Ministério da Educação, Lúcia Lodi.

O encontro será encerrado nesta quarta-feira, 23.

Ana Guimarães

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página