Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC divulga reajuste do piso salarial de professores da educação básica para 2020
Início do conteúdo da página
Educação superior

Federal do Semi-Árido já tem reitor

  • Segunda-feira, 04 de agosto de 2008, 15h57
  • Última atualização em Quarta-feira, 06 de agosto de 2008, 11h38

O ministro da Educação, Fernando Haddad, deu posse nesta segunda-feira, 4, ao reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Josivan Barbosa Menezes. A instituição está localizada  em Mossoró (RN). Em cerimônia que teve a presença do presidente do Senado Federal, Garibaldi Alves — natural do Rio Grande do Norte —, o novo reitor falou sobre a importância da universidade na região, baseado na própria experiência de vida.

Filho de bóia-fria, nascido em Caraúbas (RN), Menezes é o único dos 11 irmãos que cursou o ensino superior. Ele diz não ter conseguido ver nenhum colega de infância chegar à universidade. “O semi-árido ainda é muito árido no acesso ao ensino superior”, ressalta. Por isso, Menezes acredita ser essencial a criação de mais vagas de ingresso e mais campi para a Ufersa, possibilitada pelo Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). O próximo campus da instituição a ser inaugurado, ainda neste semestre, é na cidade potiguar de Angicos, localizada no sertão central.

Para o senador Garibaldi Alves, ter 90% do território inserido no semi-árido é um desafio para o Rio Grande do Norte, que “só pode ser vencido com a capacitação de recursos humanos para fazer frente a essa realidade”. Garibaldi acredita que a criação da Ufersa é um sinal de esperança para os moradores da região.

O ministro Fernando Haddad lembra que, até 2010, as vagas de ingresso nas universidades federais terão dobrado em relação a 2003. O mesmo ocorre com as escolas técnicas. “O estado do Rio Grande do Norte é um dos mais contemplados pela expansão das duas redes. Isso sem falar das outras ações, que vão da creche à pós-graduação”, afirma.

Segundo o ministro, os frutos do investimento no Nordeste já começaram a ser colhidos, com o aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na região. Na visão de Haddad, a desigualdade educacional entre as regiões do país ainda é grande, mas já diminuiu e aponta para uma convergência. “Isso só é possível por causa do pacto nacional pela educação, firmado a partir do Plano de Desenvolvimento da Educação, que conta com todos os governadores, prefeitos e reitores brasileiros.”

Perfil — O reitor Josivan Menezes é graduado em agronomia pela própria Ufersa, antes denominada Escola Superior de Agricultura de Mossoró (Esam). É mestre e doutor em ciência dos alimentos pela Universidade Federal de Lavras. Foi coordenador do programa de pós-graduação em agronomia-fitotecnia, coordenador de pesquisa e pós-graduação da Esam, e conduziu o processo de transformação em universidade federal. Ocupava o cargo de reitor pro tempore desde 2005.

A Esam foi fundada em 1967 e transformada em Ufersa em 2005. No segundo semestre deste ano, passará a oferecer 18 cursos, entre eles, medicina veterinária, zootecnia e oito engenharias. O número de vagas de ingresso chegará a 1.240 até o fim do ano.

Letícia Tancredi

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página