Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Conheça as cinco competências cobradas na redação do Enem
Início do conteúdo da página
Educação superior

Agricultores concluem ensino fundamental

  • Quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009, 12h53
  • Última atualização em Terça-feira, 10 de março de 2009, 15h02

As 19 secretarias estaduais de educação parceiras do Programa Projovem Campo–Saberes da Terra começam a receber nesta sexta-feira, 13, quatro cadernos pedagógicos para uso de educadores e jovens agricultores. Com idade entre 18 e 29 anos, 35 mil agricultores, já alfabetizados, farão um curso de dois anos (2009-2010) e receberão, ao final, um certificado correspondente ao ensino fundamental.

 

Os primeiros quatro cadernos (ao todo são 12) tratam do projeto político-pedagógico do curso, em volumes para o aluno e o professor; o percurso formativo (só para o professor); e da agricultura familiar, cadernos para o aluno e o professor. A tiragem é de 47 mil exemplares, quando atende aluno e professor, e dez mil, quando é exclusivo para o educador.

 

José Roberto Rodrigues de Oliveira, consultor do Projovem Campo–Saberes da Terra da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), explica que os materiais pedagógicos criados pelo Núcleo de Educação Popular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e pela Universidade Federal do Pará (UFPA), especialmente para o programa, serão testados neste curso. Além dos conteúdos, estarão em avaliação a metodologia da alternância e a distribuição dos conhecimentos por módulos.

 

Segundo José Roberto, durante a formação tanto os educadores como as universidades que participam do programa vão recolher contribuições dos jovens agricultores para aprimorar e enriquecer os conteúdos dos cadernos. No sistema de alternância, explica o consultor, durante o período das aulas na escola, a classe pode visitar experimentos desenvolvidos pelos alunos em suas propriedades. Se um agricultor tem experiência, por exemplo, em apicultura e a atividade desperta o interesse dos colegas, eles podem ir à localidade conhecer seu funcionamento.

 

Cadernos – O primeiro grupo de quatro cadernos trata do projeto político-pedagógico, do itinerário formativo e da agricultura familiar, cultura, identidade, etnia e gênero. Os próximos cadernos, que serão distribuídos a partir de junho, trazem conteúdos sobre os sistemas de produção e processos de trabalho no campo; cidadania, organização social e políticas públicas; economia solidária; desenvolvimento sustentável e solidário com enfoque territorial.

 

Ionice Lorenzoni

 

Leia mais...


Política de inclusão chega ao campo

X
Fim do conteúdo da página