Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Conheça as cinco competências cobradas na redação do Enem
Início do conteúdo da página
Educação superior

Equipe do MEC visita futura sede da UFABC

  • Quarta-feira, 10 de agosto de 2005, 11h49
  • Última atualização em Terça-feira, 05 de junho de 2007, 05h57

Uma equipe do Ministério da Educação, coordenada pelo diretor do Departamento de Desenvolvimento da Educação Superior da Secretaria de Educação Superior (Dedes/SESu/MEC), Manuel Palácios, visita Santo André (SP) nesta quinta-feira, 11, para verificar o terreno a ser doado pela prefeitura do município para a implantação da Universidade Federal do ABC (UFABC).

A equipe terá dois arquitetos do quadro técnico da SESu, que farão um levantamento técnico da área para subsidiar o futuro processo do concurso nacional do projeto arquitetônico da UFABC. O terreno da instituição, doado a partir de um convênio assinado entre o MEC e a prefeitura de Santo André, tem 70 mil metros quadrados e fica entre a Avenida dos Estados e as ruas Santa Adélia e da Abolição.

O secretário de Educação Superior, Nelson Maculan, vai se reunir, no dia 16, com representantes do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) para tratar do futuro edital do projeto arquitetônico da UFABC. A estrutura acadêmica terá três centros: de ciências naturais e humanas, que reunirá pesquisa e ensino em física, química e biologia, formando bacharéis e licenciados; de matemática, computação e cognição humana, que pretende formar bacharéis e licenciados em pesquisa e ensino nas três áreas; e de engenharia, modelagem e ciências sociais aplicadas, para a formação profissional nas engenharias de produtos, de instrumentação, ambiental, urbana, de sistemas, de energia, biomédica, gestão organizacional e de telecomunicações e teleprocessamentos.

Projeto - O Projeto de Lei para a criação da UFABC prevê a contratação de 600 professores e 456 funcionários. As aulas devem ser iniciadas no primeiro semestre de 2006. Serão oferecidos cursos de licenciatura em física, química, biologia e matemática, em salas de 30 alunos, e um curso de ciências da computação com 50 vagas, nos turnos diurno e noturno. As engenharias deverão ser oferecidas no segundo semestre de 2006. Quando estiver totalmente implantada, a instituição vai atender 20 mil alunos em graduação, 2.500 em mestrado e mil em programas de doutorado.

A instituição terá cinco núcleos destinados a projetos em parceria com outros centros, que incluirão atividades curriculares e extracurriculares e de apoio aos alunos. (Assessoria de Imprensa da SESu)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página