Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Políticas do MEC tornam-se referência na América Latina
Início do conteúdo da página
Recursos

Universidade e hospital de Minas recebem R$ 10 milhões

  • Terça-feira, 04 de outubro de 2016, 18h30
  • Última atualização em Quarta-feira, 05 de outubro de 2016, 09h44

Ministro garantiu que investimentos programados pelas instituições serão mantidos (Foto: Rafael Carvalho/MEC)O Ministério da Educação autorizou nesta terça-feira, 4, a liberação de R$ 10 milhões à Universidade Federal de Uberlândia (UFU), cidade do Triângulo Mineiro. Desse total, R$ 7 milhões destinam-se ao custeio do Hospital de Clínicas de Uberlândia, vinculado à universidade. São R$ 5 milhões para compra de medicamentos e R$ 2 milhões para aquisição de materiais hospitalares.

O restante dos recursos, R$ 3 milhões, será investido em obras de infraestrutura e acessibilidade nos campi de Araras e do Pontal, localizados respectivamente nas cidades de Monte Carmelo e Ituiutaba, também em Minas Gerais.

Durante o ato de liberação de recursos, o ministro da Educação, Mendonça Filho, garantiu que a pasta cumprirá os compromissos assumidos com as instituições. “A postura do Ministério da Educação é de fazer com que as instituições federais de ensino vinculadas tenham a sua normalidade de funcionamento assegurada e, ao mesmo tempo, os investimentos programados executados”, afirmou.

O Hospital de Clínicas de Uberlândia conta com 520 leitos de internação e é referência para 30 municípios da macrorregião do Triângulo Norte de Minas Gerais. Em 2015, o hospital realizou mais de 400 mil consultas médicas e não médicas, além de 24 mil procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos, 17 mil internações, 1,9 milhão de exames e 104 mil aplicações de quimioterapia e radioterapia.

Destinado a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital integra a rede de hospitais universitários do Ministério da Educação e oferece ensino e pesquisa para os cursos de medicina, biomedicina, ciências biológicas, enfermagem, odontologia, psicologia, fisioterapia e nutrição. Também são ofertados cursos técnicos de auxiliar de enfermagem, prótese dentária, saúde bucal, entre outros. Além disso, a UFU oferece mais de 300 vagas de residência médica.

Mendonça Filho também falou da importância da reestruturação do ensino médio, que nos próximos dois anos receberá aportes de R$ 1,5 bilhão para que 500 mil novos estudantes em todo o país tenham acesso à educação em tempo integral. “Para que mais jovens cheguem a educação superior, precisamos de uma educação básica de boa qualidade.”

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página