Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Juiz dá razão ao MEC em ação da Anup
Início do conteúdo da página
Institutos Federais

MEC assina ordem de serviço para criação de novo campus do IFSP no estado de São Paulo

  • Sexta-feira, 23 de novembro de 2018, 18h16
  • Última atualização em Sexta-feira, 23 de novembro de 2018, 20h37

O Instituto Federal de São Paulo (IFSP) irá ganhar o seu 37º campus, localizado na cidade de São José do Rio Preto (SP). O ministro da Educação, Rossieli Soares, assinou nesta sexta-feira, 23, na cidade paulista, ordem de serviço para a execução da obra de reforma e ampliação do prédio que abrigará o novo polo do IFSP. A obra e a compra de mobiliários e equipamentos estão orçados em aproximadamente R$ 7 milhões. O novo prédio deverá ser entregue em julho do próximo ano.

O novo campus do IFSP será implantado no prédio do antigo Cefam, que foi doado pela prefeitura da cidade. Rossieli destacou que é estratégico que a cidade tenha um campus do IFSP, e que, no futuro, esse campus poderá se tornar a sede de um outro Instituto Federal que deverá ser criado no estado de São Paulo. “Nós estamos trabalhando e pretendemos apresentar, ainda nesse ano, a criação de mais dois novos institutos federais no estado de São Paulo: um na capital e outro na região de Rio Preto”, comentou o ministro.

O ministro da Educação ainda destacou que o Brasil precisa dar mais atenção à educação técnica e valorizar mais esse tipo de capacitação. “Educação técnica no país precisa ser olhada de uma maneira diferente. Educação técnica não é menos, é mais. Todo o país que a gente admira tem 54% dos alunos fazendo educação técnica, no Brasil são apenas 8%”, ressaltou Rossieli.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, assinou nesta sexta-feira, 23, em São José do Rio Preto, ordem de serviço para a execução da obra de reforma e ampliação do prédio que abrigará o novo polo do IFSP (Foto: André Nery/MEC)

De acordo com o reitor do IFSP, Eduardo Modena, o campus irá oferecer, inicialmente, o ensino médio e depois cursos de ensino superior. Serão disponibilizados cursos para tecnólogos, engenharias e licenciaturas. “Que isso seja um grande êxito de toda a população, filhos, sobrinhos e netos. Que eles tenham mais uma enorme oportunidade para terem um ensino de qualidade para garantir uma vida melhor, o desenvolvimento da região e a riqueza desse país”, comemorou Modena.

O prédio cedido ao instituto tem 4,2 mil metros quadrados e será totalmente reformado. Além das obras, o campus também irá receber equipamentos como projetores, ventiladores de teto e de parede, cadeiras estofadas, computadores e monitores, carteiras e cadeiras escolares, entre outros.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página