Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Combater analfabetismo funcional e consolidar Base Comum são grandes desafios, diz secretário
Início do conteúdo da página
Capacitação

Gestores do Projovem Campo se reúnem para curso de formação

  • Segunda-feira, 18 de junho de 2018, 20h17
  • Última atualização em Segunda-feira, 18 de junho de 2018, 20h19

A partir desta terça-feira, 19, 50 coordenadores gerais do Programa Nacional de Inclusão de Jovens Campo Saberes da Terra (Projovem Campo) e representantes do Ministério da Educação estarão reunidos em Brasília, para discutir ações que possam aumentar a escolaridade de jovens agricultores familiares entre 18 e 29 anos. O evento com duração de três dias acontece no auditório do Edifício Elci Meireles, prédio anexo ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do MEC, no Setor Bancário Sul.

O objetivo é que os especialistas conheçam o perfil do público do programa e discutam formas de atrair esses jovens para as salas de aula para que eles consigam concluir o ensino fundamental. “A educação do campo possui muitas peculiaridades e visa cuidar de uma juventude com características próprias, que precisa de um programa específico capaz de atraí-los novamente para as escolas”, destaca a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Cidadania, Diversidade e Inclusão do MEC (Secadi), Ivana de Siqueira.

Esse encontro é a primeira etapa de formação desses especialistas da área rural. Após a capacitação presencial, eles receberão treinamento a distância. O material a ser utilizado foi elaborado pelo MEC especificamente para essa temática. Após a capacitação não presencial, será realizado um novo encontro para concluir a preparação desses profissionais que vão atuar no Projovem Campo. Na semana passada, foram capacitados gestores do Projovem Urbano.

A secretária destaca, ainda, que os conteúdos técnicos e teóricos ajudarão a consolidar a desafiadora proposta político-pedagógica diferenciada do programa, que tenta responder às questões específicas de uma parcela diferenciada da juventude brasileira, permitindo o atendimento educacional de jovens em situação de vulnerabilidade social. “Esse encontro vai promover maior reflexão sobre a fundamentação teórica e pedagógica e a prática da gestão do Programa”, conclui.

Campo – O Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Campo) é coordenado pela Diretoria de Políticas para a Juventude, Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos, da Secadi. O objetivo do programa é elevar a escolaridade de jovens que não completaram o ensino fundamental. Uma de suas estratégias de atuação é a formação continuada de gestores, formadores e educadores responsáveis pela sua execução.O programa visa ampliar o acesso e a qualidade da educação a essa parcela da população historicamente excluída do processo educacional, respeitando as características, necessidades e pluralidade de gênero, étnico-racial, cultural, geracional, política, econômica, territorial e produtivas dos povos do campo.

O formato do programa é de responsabilidade de cada estado, de acordo com as características da atividade agrícola local. Podem fazer adesão ao Programa os 80 municípios com o maior número de escolas no campo e 1.830 municípios integrantes dos 120 Territórios da Cidadania. As cidades que não fizerem sua adesão direta ao Programa poderão ser atendidas por meio de seus respectivos Estados.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): capacitação , projovem , campo , rural
X
Fim do conteúdo da página