Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Investimento do governo beneficia 1,1 milhão de jovens por meio do Senai
Início do conteúdo da página
Desenvolvimento da educação

Potiguares aprendem a pedir recurso para construir creche

  • Quinta-feira, 17 de junho de 2010, 11h10
  • Última atualização em Quinta-feira, 17 de junho de 2010, 11h10
Técnicos da secretaria de Educação do Rio Grande do Norte, engenheiros e arquitetos de prefeituras do estado vão participar nesta sexta-feira, 18, em Natal, de capacitação em elaboração de projetos destinados a pedir recursos federais para construção de creches e pré-escolas. O dinheiro é repassado pelo Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância).

Desde a criação, em 2007, até o ano passado, o programa investiu cerca de R$ 1,4 bilhão para erguer 1.722 escolas em 1.635 municípios. No mesmo período, 65 prefeituras do Rio Grande do Norte assinaram convênios para construir 70 escolas, em um investimento de R$ 72 milhões.

O encontro na capital potiguar objetiva aumentar o número de convênios no estado este ano. Até agora, 14 prefeituras são atendidas, com repasses de R$ 15,3 milhões. “Há uma série de exigências técnicas que condicionam a assinatura do convênio”, afirma o coordenador-geral de infraestrutura educacional do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Tiago Radunz. “Entre eles, a necessidade de o gestor apresentar o título de posse do terreno no qual a escola será construída e de comprovar a demanda de crianças até seis anos no plano de ações articuladas.”

Paralelamente ao encontro, haverá orientações sobre a construção de escolas quilombolas e indígenas, com técnicos da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) do Ministério da Educação e da Fundação Nacional do Índio (Funai). Também está prevista capacitação relativa ao programa Água na Escola, da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Esse modelo de encontro está programado para o Piauí, na segunda-feira, 21; Pará, no dia 24; Maranhão, em 6 de julho, e Bahia, em 13 e 14 de julho.

Assessoria de Comunicação Social do FNDE

X
Fim do conteúdo da página