Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Em entrevista, ministro critica atual modelo de educação e defende o Novo Ensino Médio
Início do conteúdo da página
Combate ao preconceito

Programa Brasil sem homofobia será estendido a outros temas

  • Terça-feira, 31 de maio de 2011, 16h27
  • Última atualização em Terça-feira, 31 de maio de 2011, 18h19
O ministro Fernando Haddad disse nesta terça-feira, 31, durante reunião da Comissão de Educação, Esporte e Cultura do Senado Federal, que existe a possibilidade de estender o programa Brasil sem Homofobia para um programa de combate a qualquer tipo de preconceito. A proposta veio da Frente Parlamentar da Família e está sendo considerada, segundo Haddad, pela presidenta Dilma Rousseff.

“Há um pleito de que esse material contra homofobia não fique circunscrito a esse tipo de discriminação. Acho válido o estabelecimento de uma política de tolerância e paz nas escolas”, defendeu Haddad. O ministro explicou, ainda, que foram dadas orientações pela Presidência da República para que o programa trate também de assuntos como tolerância religiosa, questões étnico-raciais e de gênero.

Não há previsão de quando esse material estará pronto, mas é certa a avaliação de uma comissão da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom). A polêmica envolvendo o material de combate à homofobia nas escolas públicas de nível médio levou à criação da comissão, que avaliará campanhas que tratem de temas controversos envolvendo costumes e valores.

Ana Guimarães


X
Fim do conteúdo da página