Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Estudantes de escola fluminense usam criatividade em exposição
Início do conteúdo da página
Lusofonia

MEC cria comissão que comporá instituto da língua portuguesa

  • Quinta-feira, 10 de abril de 2014, 17h50
  • Última atualização em Sexta-feira, 11 de abril de 2014, 09h46

Foi instituída oficialmente nesta quarta-feira, 9, no Ministério da Educação, a Comissão Nacional do Instituto Internacional da Língua Portuguesa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A iniciativa é resultado de portaria conjunta dos ministérios da Educação, da Cultura e das Relações Exteriores.

A comissão passará a fazer a representação brasileira junto ao Instituto Internacional da Língua Portuguesa da CPLP. O instituto é responsável por definir políticas multilaterais para atender à crescente demanda pelo aprendizado da língua portuguesa no mundo.

A comissão será composta por representantes da Assessoria Internacional do MEC; da Divisão de Promoção da Língua Portuguesa do Ministério das Relações Exteriores; da Divisão de Relações Internacionais do Ministério da Cultura e da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab). Especialistas designados pelos três ministérios também participaram da solenidade de instituição da comissão.

Segundo o coordenador da comissão, Carlos Alberto Faraco, também estão sendo desenvolvidos pelo Instituto Internacional da Língua Portuguesa da CPLP projetos que tratam do vocabulário ortográfico comum e da criação de uma plataforma de língua portuguesa para professores. Faraco ressaltou que o objetivo da comissão a longo prazo é a consolidação de uma visão estratégica do Brasil em relação à língua portuguesa.

Para Carlos Alberto Faraco, a importância da língua portuguesa está em expansão. “Há um interesse geral pelo conhecimento e aprendizado da língua portuguesa no mundo inteiro. Ao Instituto Internacional da Língua Portuguesa da CPLP cabe definir políticas multilaterais no sentido de atender à demanda”, destacou.

A CPLP é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Cada país tem sua própria comissão. A comissão brasileira foi instituída pela Portaria Interministerial nº 12, de 15 de agosto de 2013.

Ana Júlia Silva de Souza

Matéria republicada com correções

Assunto(s): língua portuguesa , CPLP
X
Fim do conteúdo da página