Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Novas regras favorecem os contratos futuros e a renegociação dos antigos
Início do conteúdo da página
OEI

Dirigente do MEC será o novo secretário-geral em 2015

  • Quinta-feira, 28 de agosto de 2014, 19h12
  • Última atualização em Quinta-feira, 28 de agosto de 2014, 19h12

Paulo Speller foi candidato de consenso e eleito por unanimidade (Foto: Divulgação)O secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Speller, foi escolhido para ocupar o cargo de secretário-geral da Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI). Speller foi eleito para um mandato de 2015 a 2018, em uma candidatura de consenso, aprovada por unanimidade.

O Brasil participa desde o começo das atividades da OEI, que teve os ministros Aloizio Mercadante e José Henrique Paim Fernandes como presidentes do conselho diretivo da organização nos últimos quatro anos.

Segundo Speller, o desafio mais importante à frente da organização é contribuir para a melhoria da educação básica nos países ibero-americanos. “A ênfase será tanto na formação docente, como também na carreira e nas condições de trabalho desse profissional’, disse. “O Brasil vem assumindo papel cada vez mais central no cenário ibero-americano”, concluiu.

A secretaria geral é o órgão permanente para a direção executiva da OEI, responsável pela direção técnica e administrativa da organização e a execução dos programas e projetos. É fundamental na representação da OEI nas relações com governos, com organizações internacionais e com outras instituições.

Paulo Speller é graduado em psicologia pela Universidad Veracruzana, mestre em psicologia pela Universidade Nacional Autônoma de México e doutor em ciência política pela University of Essex. Foi reitor da Universidade Federal de Mato Grosso e presidente da comissão de implantação e reitor pro tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Atuou como conselheiro da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), foi membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República e membro da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE), que presidiu entre 2010 e 2012. Desde 2013 é secretário de Educação Superior do Ministério da Educação.

OEI – A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) é um organismo internacional de caráter governamental para a cooperação entre os países ibero-americanos no campo da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura no contexto do desenvolvimento integral, da democracia e da integração regional.

Os estados-membros de pleno direito e observadores são todos os países ibero-americanos que conformam a comunidade de nações integrada por Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, República Dominicana, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Guiné Equatorial, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, Uruguai e Venezuela.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): OEI
X
Fim do conteúdo da página