Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Educação de jovens e adultos
Início do conteúdo da página
Trilhas da Educação

Equipe de escola do Ceará desenvolve projetos que melhoram a vida na comunidade

  • Sexta-feira, 20 de outubro de 2017, 11h39
  • Última atualização em Sexta-feira, 20 de outubro de 2017, 11h55


(Arte: ACS/MEC)

Exibido nesta sexta, 20, pela Rádio MEC, o programa Trilhas da Educação desta semana conta a história da união de uma parceria que tem rendido bons frutos, com resultados concretos que aprimoram a qualidade de vida. Os personagens centrais dessa história são o professor de eletrotécnica Raimundo Neto, de 25 anos, e seus alunos da Escola Estadual Dr. José Iran Costa, em Várzea Alegre, no Ceará. 

É com essa equipe, formada por estudantes movidos pela curiosidade e impulsionados pela vontade de aprender, que Raimundo tem desenvolvido projetos focados em equacionar problemas da comunidade local. Um trabalho do grupo que tem feito sucesso é o simulador de um carro, que auxilia no aprendizado das normas de trânsito.

Trata-se de um equipamento inovador, que começou a ser idealizado depois de um acidente que, motivado pela inexperiência ao volante, envolveu familiares de um aluno. O simulador, explica Raimundo, funciona como um jogo, no qual o motorista, ao usar o protótipo, precisa cumprir as regras de trânsito para que o aparelho continue funcionando. Com isso, é possível aprender sobre a maneira correta e segura de dirigir, respeitando outros motoristas e pedestres.

 “A ideia principal do nosso projeto era que, se nós conseguíssemos arrecadar peças suficientes, iríamos deixar nas escolas de ensino fundamental, com o maior quantitativo de alunos, um protótipo desses, para que eles pudessem brincar no horário do recreio e aprendessem um pouco sobre as leis de trânsito”, conta o professor.

 O aparelho tem funcionado a contento. Sete protótipos já foram distribuídos entre outras escolas de Várzea Grande. “Além de chamar a atenção pelo fato de utilizar tecnologia, desperta o interesse pelo fato de envolver um jogo”, resume o professor. “É um jogo que ensina. Uma vez, nós o levamos para uma escola de ensino fundamental e deixamos lá por dois, três dias. Muita gente se interessou, gostou de brincar, inclusive os professores. ”

Saúde – Os projetos bem-sucedidos da equipe liderada pelo Raimundo Neto não param por aí. A robótica tem sido uma aliada essencial também na área de saúde – como caso de outro projeto, desenvolvido pelo aluno Pedro Vitor Ferreira Máximo. “A mãe do Pedro Vítor era agente comunitária de saúde, então ele nasceu sabendo dos problemas nessa área”, conta o professor. “Ao ingressar no curso de eletrotécnica, ele percebeu que a tecnologia poderia ser um aliado e desenvolveu um drone que pudesse ajudar no combate à dengue. ”

Uma das centenas de pessoas atingidas por um surto de dengue ocorrido em Várzea Grande há alguns anos, o professor comemora o sucesso do aparelho que os alunos desenvolveram, sob sua orientação, como um instrumento importante na guerra contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença: “Entramos em contato com os agentes de endemias, que fazem o combate direto do mosquito, e eles explicaram que enfrentam dificuldades para acessar alguns locais. Então, o drone veio para facilitar. Ele não é uma solução, é uma ferramenta a mais”.

A parceria entre professor e alunos promete trazer ainda muito mais novidades.

Assessoria de Comunicação Social 

Assunto(s): Ceará , simulador de carro , drone
X
Fim do conteúdo da página