Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Ministério da Educação divulga dados da educação profissional
Início do conteúdo da página
Fotografia

Exposição retrata estado de espírito de pacientes de câncer

  • Quinta-feira, 18 de outubro de 2018, 15h54
  • Última atualização em Quinta-feira, 18 de outubro de 2018, 17h16

Uma publicação no Instagram, com pedido de apoio, foi o suficiente para mobilizar a comunidade. Maquiadores e fotógrafos voluntários se juntaram à iniciativa de duas médicas do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) em torno de um objetivo comum: proporcionar momentos de alegria às pacientes em tratamento contra o câncer de mama naquele hospital.

O resultado se materializou por meio da exposição Quando você foi feliz pela primeira vez?, que retrata a reação espontânea de 11 mulheres ao responder a essa pergunta. A abertura ao público foi na sexta-feira, 5, na Unidade de Oncologia do hospital. 

“O objetivo é levar bem-estar às pacientes e conscientizar as pessoas de que o tratamento é sofrido, mas cheio de coisas boas também”, afirma a médica residente da mastologia, Thereza Racquel Nogueira, dona do perfil no Instagram em que o pedido foi publicado. “A intenção era fazer uma homenagem diferente, que fosse especial e mostrasse personalidade, força e inspiração, sob uma perspectiva mais humana e sensível”, avalia a médica oncologista do HUB, Ludmila Thommen.

A data da cirurgia, o início da quimioterapia, uma viagem, o apoio da família. O primeiro momento feliz depois de receber o diagnóstico é diferente e único entre as pacientes. Para Claudia Belchior da Silva, de 54 anos, foi a notícia de que teria mais um neto. “Me trouxe muita força. Não penso mais em doença, só em viver”, revela ela, que é modelo plus size e ministra palestras para ajudar outras mulheres em tratamento.

O sorriso estampado na foto de Maria Francisleide pouco representa a reação dela quando recebeu o diagnóstico. “Foi como receber a sentença de morte”, conta. Durante a sessão de fotos, no entanto, esse sentimento ficou para trás. “Tirou o foco do tratamento e resgatou a alegria e beleza da vida”, diz. Izabel Maria de Oliveira, de 28 anos, ainda amamentava o filho quando descobriu a doença. “Foi muito importante participar das fotos, porque eu estava triste e com medo, mas a equipe toda do HUB pega na nossa mão e nos puxa para cima”, conta ela.

As fotos foram registradas no Parque da Cidade, em Brasília. “Tivemos total liberdade criativa para criar o conceito da exposição, e foi emocionante. Entre uma foto e outra, a gente tinha que pausar para chorar”, declara o fotógrafo Guilherme Tonelli. “Essa experiência vai ficar comigo para sempre, como conscientização e lição de vida, de que apesar de tudo, você pode ser feliz”, acrescenta a fotógrafa Bárbara Martins de Paiva.

A chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Micheline Meiners, representou a superintendente Elza Noronha, na abertura da exposição. “Além de ser uma comemoração, também é uma atividade de educação em saúde para diminuir o tabu e o preconceito que existe em torno da doença”, afirma. A exposição integra a programação do HUB para o Outubro Rosa, mês dedicado à prevenção do câncer de mama. Permanece aberta ao público até 26 de outubro, na Unidade de Oncologia (Unacon) do hospital.

 Confira a página da exposição.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página