Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Professores das redes básica e profissional estudam nos EUA
Início do conteúdo da página
Pesquisa científica

Brasil assina com a Alemanha acordo de parceria estratégica

  • Quinta-feira, 05 de maio de 2011, 15h59
  • Última atualização em Quinta-feira, 05 de maio de 2011, 15h59
Em cerimônia realizada nesta quinta-feira, 5, no Palácio do Planalto, representantes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) e da Companhia Alemã para a Cooperação Internacional (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit, GIZ) no Brasil assinaram memorando de entendimento nas áreas de proteção e uso sustentável das florestas tropicais e de energias renováveis e eficiência energética. A presidenta da República, Dilma Rousseff, participou do evento.

O documento firma parceria estratégica para incentivar inovações tecnológicas no setor produtivo que contribuam para o desenvolvimento sustentável e intercâmbio acadêmico entre instituições brasileiras e alemãs.

Entre os objetivos da parceria estão os de formular as demandas por produtos científicos, selecionar projetos de pesquisa dentro dos temas abordados, além de organizar eventos para facilitar novas redes de inovação entre pesquisadores, peritos da cooperação técnica e financeira, fomentadores e patrocinadores de pesquisa, o setor público e o setor privado dos dois países.

Os projetos comuns de pesquisa entre Brasil e Alemanha, previstos no documento, incluirão bolsas de estudos – inclusive para doutorado –, recursos para a mobilidade dos pesquisadores entre os centros e investimento para apoiar as pesquisa e disseminar os resultados.

Para o presidente da Capes, Jorge Guimarães, “o memorando é a continuação de uma parceria estratégica com a Alemanha e estreita os laços entre os países, que já existe em outras áreas, nas área de tecnologia, preservação e desenvolvimento sustentável”. O acordo tem duração de cinco anos e, havendo financiamento, pode ser estendido para outras áreas de interesse das partes. “O memorando foca no aprimoramento e na capacitação dos profissionais, que é o objetivo da Capes”, afirma Guimarães.

O ato de assinatura faz parte da visita do presidente da Alemanha, Cristian Wulff, ao Brasil.

Diego Rocha
X
Fim do conteúdo da página