Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Em debate o ensino de português e espanhol
Início do conteúdo da página
Reuni

Unifesp dobra número de matrículas

  • Quinta-feira, 13 de março de 2008, 07h14
  • Última atualização em Terça-feira, 10 de março de 2009, 13h32

Nos próximos cinco anos, o número de matrículas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) dobrará. O plano de expansão e reestruturação da universidade prevê 6.265 novas matrículas, que devem passar de 5.408 para 11.637 em 2012. O número de cursos de graduação da instituição passa dos atuais 23 para 41 no mesmo período.

O crescimento da Unifesp é fruto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). O programa é considerado a segunda etapa da expansão universitária no Brasil, plano que operou a construção de dez novas universidades e 61 novos campi nos últimos quatro anos. Com o Reuni, a previsão é aumentar em aproximadamente 50% o número de vagas nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

Assim como a Unifesp, todas as universidades federais aderiram ao Reuni e apresentaram planos de expansão que deveriam contemplar metas como, por exemplo, mais cursos noturnos.

A universidade Federal de São Paulo possui cinco campi: Baixada Santista, Diadema, Guarulhos, São José dos Campos e São Paulo. O processo de expansão da instituição teve seu início efetivo com o campus da Baixada Santista, inaugurado em 2004. Em 2005, foi feito o primeiro vestibular para os cinco cursos de graduação do novo campus. Na ocasião, os estudantes interessados puderam se inscrever para os cursos de fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, educação física e nutrição. Está prevista, ainda, a expansão para a área de ciências do mar por meio de cinco novos cursos: engenharia portuária, engenharia de pesca, engenharia de meio ambiente, administração e oceanografia. O investimento previsto até 2009 é de R$ 60 milhões.

Os outros campi da universidade também expandiram seus cursos nos últimos anos. O campus de Diadema, também conhecido como Escola Paulista de Medicina, oferece novos cursos na área de ciências biológicas, engenharia química, farmácia/bioquímica e química, os quais ofertam juntos 200 anuais. Quando de sua plena implantação, em 2009, os novos cursos devem atender a 1.800 novos alunos a cada ano. O investimento do MEC para a expansão em Diadema é da ordem de R$ 36 milhões.

No campus de Guarulhos, foram oferecidos novos cursos de graduação na área de ciências humanas: ciências sociais, filosofia, história e pedagogia, todos em turno integral, os quais devem ofertar até o final de 2008, 1.800 vagas. O investimento é de R$ 5,5 milhões.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): Unisef , Matrícula
X
Fim do conteúdo da página