Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > MEC apoia inserção da temática educação financeira no currículo da educação básica
Início do conteúdo da página
Encceja Exterior

Inscrições para o exame abriram nesta segunda, 24, e vão até 5 de julho

  • Segunda-feira, 24 de junho de 2019, 10h05
  • Última atualização em Segunda-feira, 24 de junho de 2019, 16h20

Guilherme Pera, do Portal MEC

Abriram às 10h desta segunda-feira, 24 de junho, as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para residentes no exterior (Encceja Exterior). O prazo é até as 23h59 de 5 de julho.

As provas são destinadas a jovens e adultos que buscam certificação do ensino fundamental ou do médio por não terem tido a oportunidade de concluir os estudos na idade adequada. Serão aplicadas em 18 cidades, de 12 países.

Também nesta segunda tem início o prazo para solicitar atendimento especializado. O período é o mesmo: até 5 de julho. Podem pedir pessoas com:

  • baixa visão;
  • visão monocular;
  • deficiência intelectual (mental);
  • deficiência auditiva;
  • surdez;
  • autismo;
  • déficit de atenção;
  • discalculia;
  • dislexia e/ou deficiência física.

Todos os detalhes constam no edital do Encceja Exterior 2019, publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no Diário Oficial da União de 12 de junho.

Os interessados em tentar o certificado do ensino fundamental devem ter, no mínimo, 15 anos de idade, completos na data da prova. Já para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é 18 anos.

Países e cidades – As provas serão aplicadas no dia 15 de setembro em 18 cidades, de 12 países: Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); Estados Unidos (Boston, Houston, Nova Iorque e Miami); França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Amsterdã); Itália (Roma); Japão (Nagoia, Hamamatsu e Tóquio); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres), Suíça (Genebra) e Suriname (Paramaribo).

Provas – São quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. Para a certificação do ensino fundamental, o participante é avaliado em Ciências Naturais; Matemática; Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação; e História e Geografia.

Para o ensino médio, as áreas avaliadas são Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Linguagens e Códigos e suas Tecnologias e Redação; e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Certificação ou Declaração de Proficiência – A nota mínima exigida é de 100 pontos nas provas objetivas e de 5 pontos na redação. Os resultados do Encceja podem ser usados de duas formas.

O participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação tem direito à Certificação de Conclusão de Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Já o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, tem direito à Declaração Parcial de Proficiência.

Encceja Exterior PPL – O edital também apresenta as regras e o cronograma do exame para jovens e adultos submetidos a penas privativas de liberdade no exterior, o Encceja Exterior PPL (Penas Privativas de Liberdade). Nesse caso, a aplicação será apenas em unidades prisionais de Tóquio, no Japão, de 16 a 27 de setembro.

A inscrição para detentos deverá ser feita pelos responsáveis pelo consulado-geral de Tóquio, desta segunda até 5 de julho, exclusivamente pelo Sistema Encceja Exterior PPL. O edital detalha os procedimentos para inscrição.

X
Fim do conteúdo da página