Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Atualizada legislação que regulamenta Educação a Distância no país
Início do conteúdo da página
Enem 2013

MEC deverá fechar malotes de provas com lacres eletrônicos

  • Quinta-feira, 09 de maio de 2013, 15h27
  • Última atualização em Quinta-feira, 09 de maio de 2013, 15h27
A utilização de lacres eletrônicos em todos os malotes que transportam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está em estudos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O presidente do instituto, Luiz Cláudio Costa, informou nesta quinta-feira, 9, durante audiência pública na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, que a medida pode ser adotada ainda este ano.

No ano passado, pela primeira vez, o Enem teve lacres eletrônicos nos malotes enviados aos locais de prova de todo o país. Foram testados mais de 10 mil lacres em parte dos malotes da prova. “Estamos fazendo uma última análise, ainda temos que ver o número de inscritos para dimensionar”, explicou Costa. “Porém, eles funcionaram muito bem. Em termos de segurança é perfeito”, salientou.

Os lacres garantem o acompanhamento dos horários de abertura e fechamento dos malotes de prova, desde que saem da gráfica até o retorno com as provas preenchidas. Eles fazem parte dos itens de segurança previstos, destinados a dar mais tranquilidade aos participantes.

Alterações – Durante a audiência pública, Luiz Cláudio também explicou as alterações no edital do Enem deste ano, publicado nesta quinta-feira, 9, no Diário Oficial da União. Entre as mudanças anunciadas está uma correção mais rigorosa das redações. Este ano, a discrepância entre as notas dos dois corretores independentes não pode ultrapassar 100 pontos – no ano passado, a discrepância era de 200 pontos. Se houver discrepância maior de 100 pontos, a redação passa por um terceiro corretor. Caso a discrepância permaneça, a correção é feita por uma banca de especialistas.

A partir desta edição também está prevista a anulação das redações que apresentem partes do texto deliberadamente desconectadas com o tema proposto. A mudança está prevista com a inclusão do item 14.9.5 no edital do Enem.

As redações são corrigidas com base em cinco competências, que valem de zero a 200 pontos. Redações com discrepâncias maiores que 80 pontos entre as competências também são corrigidas por um terceiro corretor. O novo edital do Enem prevê maior exigência no nível cinco da competência I – demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita. Desvios gramaticais ou de convenções de escrita serão aceitos como excepcionalidade e quando não caracterizarem reincidência.

Aplicação - O Enem 2013 será realizado nos dias 26 e 27 de outubro. Os candidatos podem fazer a inscrição, exclusivamente pela internet, a partir de segunda-feira, 13, às 10 horas. O período se estenderá até as 23h59min do dia 27 próximo, de acordo com o horário oficial de Brasília.

A taxa de inscrição, de R$ 35, deve ser paga até o dia 29 de maio. Estão isentos os concluintes do ensino médio em 2013, matriculados em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica. O participante com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede particular também não paga. Por fim, estará isento aquele que se declarar integrante de família de baixa renda ou estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Paula Filizola
Assunto(s): Enem
X
Fim do conteúdo da página