Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Quarta-feira, 28, é data-limite para taxa de inscrição ser paga
Início do conteúdo da página
Enem 2015

Ministro destaca medidas de planejamento e segurança adotadas na nova edição do exame

  • Sexta-feira, 16 de outubro de 2015, 17h16
  • Última atualização em Segunda-feira, 19 de outubro de 2015, 12h51

Ao lado do presidente do Inep, Chico Soares, e do secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, o ministro Mercadante fala sobre as novas medidas adotadas para a próxima edição do Enem (Foto: Mariana Leal/MEC) “Este ano tivemos 906 mil estudantes que é pelo mérito, é para quem estudou, são eles que vão estar na universidade pela nota que tiverem, um passaporte de oportunidade que os jovens têm”, afirmou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante entrevista coletiva, nesta sexta-feira, 16, sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece nos dias 24 e 25 próximos. A coletiva aconteceu no Centro Nacional de Comando e Controle, em Brasília, de onde será feito o monitoramento do exame.

Mercadante destacou a importância do planejamento e a logística de segurança para a aplicação do Enem. “Nós tivemos, no passado, tentativas de fraude. Nós estamos preparados para fazer o monitoramento e a fiscalização”, avisou o ministro.
Para o ministro, a segurança da prova é uma questão de justiça com os participantes que se prepararam para o Enem. “O exame tem que respeitar o mérito. A pessoa que estudou, que fez um bom exame, tem o direito de ter aquela nota e ninguém pode burlar isso”, disse.

Inscrição – Mercadante também lembrou que nesta edição do Enem os cartões de inscrição estão disponíveis exclusivamente pela internet, o que representa uma economia de R$ 46 milhões. O cartão apresenta os dados do participante – nome, CPF, número de inscrição, opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol), necessidade de atendimento especializado ou específico (se houver) e indicação de solicitação de certificação do ensino médio (se for o caso), além de data, hora e local de realização das provas.

Provas – Os participantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Considerado, sempre, o horário oficial de Brasília, a aplicação das provas começará às 13h30. Os candidatos terão acesso aos locais de prova a partir das 12h e os portões serão fechados às 13h. Assim, quem mora na Bahia, estado que não adotou o horário de verão, terá de chegar ao local de prova das 11h até, no máximo, as 12h locais. Já em Manaus, que além de não adotar horário de verão tem fuso-horário com uma hora a menos, os participantes poderão entrar nos respectivos locais de prova das 10h às 11h.

Acesso — O Enem é um mecanismo de democratização do acesso às políticas públicas de educação. Com a nota obtida no Enem, o estudante pode tentar uma vaga na educação superior por meio do programa Universidade para Todos (ProUni), que permite a estudantes brasileiros de baixa renda obter bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior. O resultado também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras e ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem também obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.

Acesse o cartão de inscrição

Assessoria de Comunicação Social

Assista:

Escute:

Assunto(s): Enem
X
Fim do conteúdo da página