Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Bombeiros do Rio de Janeiro planejam segurança do exame
Início do conteúdo da página
Cartilha do Inep

Conheça as cinco competências cobradas na redação do Enem

  • Quinta-feira, 17 de outubro de 2019, 14h31
  • Última atualização em Quinta-feira, 17 de outubro de 2019, 18h46

Redação é avaliada por critérios objetivos e pode ser decisiva no resultado final dos candidatos

Dyelle Menezes, do Portal MEC

Um bom desempenho na redação pode fazer diferença no resultado final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para obter uma nota alta, o candidato deve seguir alguns critérios avaliados pelos organizadores da prova. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que realiza o exame, preparou uma cartilha com as principais dias aos candidatos.

A redação é cobrada no primeiro dia do Enem, em 3 de novembro. Na oportunidade, também são realizadas as provas de Linguagens e Códigos e Ciências Humanas.

Conheça as cinco competências cobradas pelo Inep na redação:

1. Domínio da escrita formal da língua portuguesa

É avaliado se a redação do participante está adequada às regras de ortografia, como acentuação, ortografia, uso de hífen, emprego de letras maiúsculas e minúsculas e separação silábica. Ainda são analisadas a regência verbal e nominal, concordância verbal e nominal, pontuação, paralelismo, emprego de pronomes e crase.

São seis níveis de desempenho: 


2. Compreender o tema e não fugir do que é proposto

Avalia as habilidades integradas de leitura e de escrita do candidato. O tema constitui o núcleo das ideias sobre as quais a redação deve ser organizada e é caracterizado por ser uma delimitação de um assunto mais abrangente.

Eis os seis níveis de desempenho: 


3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista

O candidato precisa elaborar um texto que apresente, claramente, uma ideia a ser defendida e os argumentos que justifiquem a posição assumida em relação à temática da proposta da redação. Trata da coerência e da plausibilidade entre as ideias apresentadas no texto, o que é garantido pelo planejamento prévio à escrita, ou seja, pela elaboração de um projeto de texto.

Eis os seis níveis de desempenho: 


4. Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

São avaliados itens relacionados à estruturação lógica e formal entre as partes da redação. A organização textual exige que as frases e os parágrafos estabeleçam entre si uma relação que garanta uma sequência coerente do texto e a interdependência entre as ideias.

Preposições, conjunções, advérbios e locuções adverbiais são responsáveis pela coesão do texto porque estabelecem uma inter-relação entre orações, frases e parágrafos. Cada parágrafo será composto por um ou mais períodos também articulados. Cada ideia nova precisa estabelecer relação com as anteriores.

Abaixo, seguem os seis níveis de desempenho:


5. Respeito aos direitos humanos

Apresentar uma proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos. Propor uma intervenção para o problema apresentado pelo tema significa sugerir uma iniciativa que busque, mesmo que minimamente, enfrentá-lo. A elaboração de uma proposta de intervenção na prova de redação do Enem representa uma ocasião para que o candidato demonstre o preparo para o exercício da cidadania, para atuar na realidade em consonância com os direitos humanos.

Eis os seis níveis de desempenho: 

 

Assunto(s): Enem , Inep , Cartilha de redação
X
Fim do conteúdo da página